Eduardo Moura

A parada da Copa América já começa a apresentar os resultados esperados por Renato Gaúcho. O treinador ansiava pelo recesso para descansar o elenco do Grêmio e recuperar alguns jogadores lesionados. O treinador ainda não terá o grupo completo na retomada das competições – Michel passou por cirurgia no joelho e para por até 30 dias –, mas ao menos terá uma defesa completa à disposição, o que não ocorria há um bom tempo.

Em determinado momento do primeiro semestre, Renato precisou improvisar volantes como dupla de zaga e até inverter laterais de lado. Na última partida, contra o Botafogo, Michel iniciou o jogo e Rômulo foi recuado para a zaga no lugar de Rodriguez. Contra o Fortaleza, Leonardo Gomes jogou como lateral-esquerdo e Léo Moura em sua função original. Isso não deve mais ocorrer, se tudo sair dentro do esperado.

A lateral direita é a posição menos problemática. LeonardoLéo MouraGalhardo treinam normalmente. Na esquerda, a questão é mais delicada. Juninho Capixaba engatou uma sequência de sete jogos como titular, mas volta a ter a posição ameaçada com o retorno de Bruno Cortez.

O antigo titular sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda ainda no primeiro tempo da vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Católica, no dia 8 de maio, pela Libertadores. Quase dois meses depois, ele já não apresenta nenhuma queixa e está pronto para retomar a posição. O setor também deve ganhar o reforço de Guilherme Guedes, que será puxado do grupo de transição para o profissional.

A zaga deve ter preservações pontuais, mas a maioria está em recuperação final. Geromel e Rodriguez terminaram a primeira parte do Brasileirão fora de combate. Geromel, com um desconforto na coxa direita, não passou no teste realizado antes do confronto com o Botafogo. Rodriguez até começou, mas não terminou a partida devido a uma pancada no joelho direito. Agora, os dois treinam sem problemas em Viamão, onde o Tricolor treina.

Os dois só não devem atuar juntos novamente porque Kannemanndeve voltar em breve. Sem dores nas costas, o argentino prevê para a próxima semana o retorno aos treinamentos e, com isso, deve estar à disposição de Renato para o jogo com o Bahia, no dia 10 de julho. Mesmo assim, ele faz questão de exaltar as atuações do jovem substituto.

– (O Rodriguez) é um grande guri, além de ser um grande jogador. Ficamos felizes quando um cara vem trabalhando forte, tem a oportunidade de jogar e faz a coisa certa, como ele fez. É outro jogador que pode ser utilizado. Parabéns para ele – elogiou o gringo.

Kannemann se prepara para retornar após a parada da Copa América — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Reforço e incógnita

Outro zagueiro que já está integrado ao grupo é David Braz. Como ainda tem vínculo com o Sivasspor, da Turquia, ele deve ser apresentado oficialmente apenas na próxima semana, quando termina o período de empréstimo. Porém, está em processo de condicionamento físico com os demais companheiros.

– Todo mundo sabe do nível dele. Enfrentamos ele outras vezes, é um grande jogador. Fico muito feliz por ele estar aqui. Ele falou que tinha muita vontade de estar aqui, e para nós é muito importante isso. Além da qualidade, a vontade dele, que é o que todo mundo cobra. Vai nos ajudar muito – projeta Kannemann.

Somente dois zagueiros estão fora da primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil. Marcelo Oliveira se recupera de uma cirurgia para a reconstrução de quatro ligamentos (patelar, cruzado anterior, colateral medial e colateral lateral) do joelho direito. O clube não tem previsão de retorno, mas a resposta do jogador é considerada animadora.

Na mão contrária, Paulo Miranda está em processo final de cicatrização de uma lesão muscular na coxa. Aos poucos, eleva a carga dos treinos para fortalecer a musculatura. O clube não faz previsão sobre quando voltará ao futebol, e ele segue o trabalho com a fisioterapia e a preparação física. O zagueiro não atua há mais de três meses, desde 17 de março.

 


Veja também