Reprodução / Instagram

Quando Pedro Geromel foi anunciado pelo Grêmio como a nova contratação para a zaga, em 23 de dezembro de 2013, muitos torcedores fizeram a mesma pergunta: “isso é nome de remédio?”. Cinco anos depois, ele provou que pode dar vida nova aos tricolores, consolidado entre os melhores da posição no futebol brasileiro.

Em seu perfil no Instagram, o defensor festejou a marca e considerou ter construído uma “história incrível” em Porto Alegre. Entre os momentos selecionados por Geromel, estão os títulos da Copa do Brasil, Libertadores, Recopa e Gauchão; a convocação para a Copa do Mundo da Rússia e as quatro Bolas de Prata consecutivas da Revista Placar.

– Em dezembro de 2013 eu chegava no Grêmio e começava uma história incrível ao lado de vocês. Muito obrigado torcida tricolor! – escreveu o zagueiro, que foi logo saudado por uma enxurrada de comentários, entre eles alguns companheiros de clube.

Em 222 jogos pelo Grêmio, Geromel saiu de campo sem o time sofrer gols em metade deles. Não perdeu 174. Contabiliza 11 bolas na rede. A segurança na zaga ganhou evidência a partir do segundo semestre de 2014, quando passou a receber mais oportunidades após a chegada do técnico Luiz Felipe Scolari. Dali em diante, tornou-se o “Geromito”, “Gerodeus”, “Geromonstro”.

Recentemente, o próprio clube aproveitou uma data simbólica para divulgar a renovação de contrato de Geromel por mais três anos, junto de seu companheiro de zaga Kannemann. A dupla que eternizou imagens de beijos nos últimos troféus gremistas prorrogou contrato no dia em que o Grêmio completou um ano do tri da Libertadores.

Geromel curte os últimos dias de férias antes da apresentação para o início da pré-temporada de 2019. Os jogadores e a comissão técnica voltam aos trabalhos em 3 de janeiro.



Veja também