O Grêmio visitou a Chapecoense na noite deste domingo na Arena Condá pela 32ª rodada do Brasileirão e conseguiu uma suada vitória por 1 a 0 graças a gol de Luciano, de bicicleta, no início da partida. Esta foi a quinta vitória consecutiva do Tricolor no campeonato que abre vantagem na 4ª colocação.

Escalação inicial: Paulo Victor, Galhardo, David Braz, Kannemann, Juninho Capixaba, Darlan, Matheus Henrique, Alisson, Everton, Luciano e Tardelli

PRIMEIRO TEMPO
A partida não poderia começar melhor para o Tricolor. Logo aos 2 minutos, Alisson cobrou escanteio, David Braz desviou e a bola sobrou limpa para Luciano que de bicicleta, acertou bom chute e abriu o placar para o Tricolor.

O Grêmio era melhor na partida, tinha mais posse de bola e controlava o jogo. A Chape aos poucos começou a gostar do jogo e tentar atacar mais. Mas quem teve boa chance foi o Grêmio aos 22 minutos com Alisson que na cara do gol bateu em cima de João Ricardo, que salvou.

O time da Chapecoense arriscava chutes de fora da área, cruzamentos, mas não conseguia oferecer grande perigo ao Tricolor que por sua vez diminuiu de ritmo deixando a partida sem grandes emoções. Camilo até teve boa chance aos 40 minutos, mas a defesa gremista se safou. A etapa inicial se encaminhou ao final.

SEGUNDO TEMPO
O panorama da partida seguiu o mesmo, com o jogo equilibrado. Aos 9 minutos, Alisson cobrou falta com muito perigo e o goleiro João Ricardo espalmou. Aos 22, Renato colocou Pepê no lugar de Diego Tardelli.

O jogo na etapa final estava bem ruim, com raras chegadas perigosas e o Grêmio controlando a partida mais do que buscando o segundo gol. A Chape, mesmo sem qualidade, na base vontade, tentava chegar mas sem sucesso.

A produtividade do Grêmio na etapa complementar foi muito baixa. O Tricolor não tinha criatividade e encontrava muitas dificuldades na partida, mesmo diante do segundo pior time da competição. Apesar da má atuação, o time gaúcho assegurou o resultado e a quinta vitória consecutiva no Brasileirão.



Veja também