Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Em um 2022 que prevê Gauchão, Copa do Brasil e a Série B, o Grêmio terá o número de jogos relativamente menor ao dos últimos anos. Mesmo assim, o objetivo do clube é deixar o elenco principal em condições físicas ideais. Passa por isso a programação de um período de 28 dias de pré-temporada.

A reapresentação está marcada para o dia 10 de janeiro no CT Luiz Carvalho. Na previsão estipulada pelo vice de futebol Denis Abrahão, o elenco se manterá em um período de treinos até o dia 7 de fevereiro, no mínimo.

– O Grêmio terá uma pré-temporada muito dura. Não vamos abrir mão da nossa ideia. Já comentei com o (técnico Vagner) Mancini que é uma decisão da direção, do departamento futebol, de uma pré-temporada de no mínimo 28 dias. Muita preparação física, força. Porque não podemos ao longo do ano sofrer em relação à descontinuidade – comentou Denis em entrevista para a RBS TV.

Neste contexto, o time principal perderá cinco rodadas do Gauchão. Uma equipe alternativa pode ser utilizada contra Caxias (22/1), Brasil (26/1), São José (29/1), Guarani-Ba (2/2) e Aimoré (5/2).

A ideia da direção é corrigir um dos problemas das últimas temporadas. O Grêmio conviveu com uma série de problemas físicos em seu grupo de jogadores. Apesar de reduzir o volume no departamento médico em 28% com relação a 2020, segundo levantamento do ge, ainda houve 34 casos de contusão na temporada.

O calendário apertado e a virada de ano sem tempo para pré-temporada são fatores que atrapalharam na campanha do rebaixamento, avalia o clube. O Grêmio encerrou 2021 com 72 jogos disputados. Em todos os anos anteriores, a barreira das 70 partidas foi ultrapassada.

Previsão de jogos em 2022

  • Gauchão – 15 datas*
  • Copa do Brasil – 14 datas*
  • Série B – 38 datas

* Se chegar à final

No cenário mais otimista para 2022, com vaga nas finais do Gauchão e da Copa do Brasil, o Tricolor acumularia 67 compromissos na temporada. Seriam 15 datas para o estadual (11 na fase classificatória), 14 até a decisão do mata-mata nacional (desde a primeira fase) e outras 38 rodadas na Série B.

No pior contexto, a equipe pode realizar apenas 50 jogos. Para isto ocorrer, precisa ser eliminado antes das semifinais do Campeonato Gaúcho após as 11 rodadas em turno único e também na primeira fase da Copa do Brasil, com um confronto fora de casa.

– Vamos jogar em campo ruim, campo pequeno, torcida com bafo na nuca. O Grêmio vive e tem que viver intensamente este novo momento de Série B. Depois volta forte, pode escrever – assegura Denis Abrahão.



Veja também