Lucas Uebel / Grêmio

Na tarde desta quinta-feira (9), o Grêmio se apresenta para o reinício dos trabalhos. Uma das expectativas é saber se, a exemplo dos últimos anos, o zagueiro Gabriel estará entre os atletas no CT Luiz Carvalho. O contrato de atleta se encerrou no último dia de dezembro, e a tendência é que ele não faça parte do plantel tricolor em 2020. Entretanto, deve continuar como funcionário do clube.

O zagueiro Gabriel tem uma situação em discussão no (departamento) jurídico do clube para ver exatamente como vamos atendê-lo. Na conversa que tive com ele, me disse que gostaria muito de trabalhar no (departamento) administrativo do clube. Tem as questões jurídicas para serem resolvidas, então tudo isso vai ser contemplado. O que é certo é que o Grêmio não será ausente e não estará omisso a ele. O Grêmio trabalhará muito bem para contemplá-lo de forma segura para lhe dar dignidade como ser humano — declarou o presidente Romildo Bolzan Júnior, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Internamente, a diretoria trata o assunto com muita cautela e discrição. O clube entende que, como vem cursando faculdade de Administração, Gabriel estaria qualificado para ocupar um novo cargo. Em fevereiro, ele completará 31 anos.

Contratado por empréstimo pelo Grêmio depois de se destacar pelo Lajeadense no Gauchão de 2013, o zagueiro sofreu uma lesão no joelho esquerdo no mês de setembro e passou por uma malsucedida cirurgia, que lhe afastou dos gramados. Por isso, o clube adquiriu os direitos econômicos do atleta que, desde então, realiza fisioterapia nas dependências do clube e consta no site oficial como um dos zagueiros do elenco.



Veja também