Com Enderson, Barcos deve jogar bem próximo ao gol adversário

17 de janeiro de 2014 - Às 10:15
Durante a temporada 2013, o time do Grêmio principalmente comandado por Renato, foi conhecido por ser um time recuado e fazer poucos gols. O argentino Hernán Barcos, atacante, jogava recuado, fora da área, e talvez por este motivo tenha feito tão poucos gols na temporada.
Para este ano, o técnico Enderson Moreira implanta um ‘mecanismo’ que deixará o argentino bem próximo ao gol adversário. A ideia tática é usar o 4-2-3-1 com Kleber na linha de trás. Ele não seria um meia, mas um atacante que recuaria quando o time não tivesse a bola. Assim, a presença do Gladiador ‘empurraria’ Barcos mais para frente.
“O Kleber não vejo como um meia. Mas ele pode ajudar na marcação mesmo atuando no ataque. Quem sabe um pouco mais recuado. São situações de jogo”, afirmou Enderson.
O que você acha desta ideia tática de Enderson?



Veja também