Na briga para deixar a zona de rebaixamento, o Grêmio terá de fazer uma campanha de recuperação no segundo turno do Campeonato Brasileiro sem novas peças a partir de agora.

Como a chegada de reforços é bastante improvável, a primeira providência adotada pela comissão técnica foi tentar recuperar tecnicamente os nomes atualmente à disposição durante as duas semanas exclusivas para treinos.

Mas suavizar o ambiente no CT Luiz Carvalho também é pauta. Uma série de conversas entre atletas, comissão técnica e direção tem acontecido desde a goleada para o Flamengo, na Copa do Brasil. Até mesmo uma missa foi celebrada para o grupo no último sábado, que também teve feijoada no cardápio do almoço.

Capelão da Arena do Grêmio, Dom Adilson, rezou com jogadores no último sábado — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Capelão da Arena do Grêmio, Dom Adilson, rezou com jogadores no último sábado — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Tudo para dissipar o que ocorreu nas últimas semanas. Maicon, um dos principais líderes do grupo, deixou o clube. Dias depois, um forte protesto de torcidas organizadas atacou o ônibus com os jogadores e danificou carros de funcionários no centro de treinamentos.

— O vestiário não tem o que falar, é muito bom. Temos um grupo muito unido, muito amigo. Mas quando os resultados positivos não vêm, acaba que vai colocando para baixo, vai ficando todo mundo mais chateado. Todo mundo fica muito incomodado com o momento — destacou Alisson em entrevista coletiva na segunda-feira.

Sem entrar em campo no fim de semana, o Grêmio também viu o pior cenário possível se desenrolar com alguns de seus adversários diretos. Bahia e Cuiabá venceram seus jogos da 19ª rodada e aumentaram a distância para o Z-4. O Sport empatou e derrubou o Tricolor novamente à penúltima colocação.

Com dois jogos a menos na competição — contra Flamengo e Atlético-MG —, o time gaúcho soma 16 pontos, a cinco do Bahia, primeiro fora da zona de rebaixamento.

Concentração e definições no time

Para blindar os jogadores do ambiente de pressão, a direção optou por iniciar a concentração ao jogo de domingo, diante do Ceará, para quinta-feira. O dia inclusive foi reajustado como forma de contemplar o elenco, que inicialmente ficaria desde quarta confinado.

Dentro de campo, a expectativa é que Kannemann e Geromel, dois dos principais nomes do grupo, estejam em condições de jogo no fim de semana. Guilherme Guedes também agradou nos dias de trabalho no CT Luiz Carvalho e pode aparecer na lateral esquerda.Com essa semana de trabalho, vamos continuar focados e trabalhando. É o que a gente vem conversando: não deixar nada de fora influenciar o ambiente.— Alisson, atacante

Churín é um dos jogadores que volta a ficar à disposição de Felipão — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Churín é um dos jogadores que volta a ficar à disposição de Felipão — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Campaz, que fez sua estreia como titular na derrota para o Corinthians, ganhou tempo para se ambientar e trabalhar com os novos companheiros. Afastado por um longo período devido a problemas musculares, Churín volta a ficar à disposição.

O único desfalque do time considerado ideal ainda será Douglas Costa. Com lesão muscular na coxa esquerda, a previsão é de que o camisa 10 esteja novamente à disposição no fim do mês. Na última segunda-feira, fez seu primeiro trabalho físico no gramado.



Veja também