Divulgação / Lucas Uebel/Grêmio

O atacante Luiz Fernando, do Grêmio, será submetido a exames de imagem e deverá ser reavaliado pelo departamento médico do clube nas próximas horas para saber a gravidade da lesão sofrida na derrota para o São Paulo, domingo (14), na Arena. O atacante tricolor deixou o campo chorando, com dor no tornozelo esquerdo após entrada dura do lateral-esquerdo Reinaldo.

O lance aconteceu já nos acréscimos do segundo tempo, mas o árbitro Paulo Roberto Alves Junior nem sequer marcou a infração. Na sequência da jogada, inclusive, o meia chileno Pinares cometeu falta e acabou expulso pelo segundo cartão amarelo. Na súmula do jogo, o juiz destacou que o cartão vermelho foi apresentado ao jogador gremista “por dar uma entrada de forma temerária no seu adversário de número 6 (Reinaldo)”.

Mas esse não foi o primeiro confronto entre Grêmio e São Paulo com os ânimos acirrados na temporada. No primeiro turno do Brasileirão, em 17 outubro, o mesmo Luiz Fernando foi caçado por Daniel Alves e, com dores no tornozelo direito, acabou deixando o gramado no segundo tempo.

Ainda naquela noite no Morumbi, o gremista Alisson levou uma pancada de Tchê Tchê e teve constatada lesão nos ligamentos do tornozelo direito. O camisa 23 ficou afastados dos gramados por 70 dias.

Agora, o Grêmio aguarda o resultado dos exames de Luiz Fernando para saber se houve comprometimento de algum ligamento. Dependendo do diagnóstico, o atacante só poderá voltar a jogar no Gauchão, já que está impedido de atuar na Copa do Brasil por já ter defendido o Botafogo na competição.



Veja também