Com dificuldades financeiras, Grêmio recorrerá à base para reforçar o elenco

Coordenador das categorias de base revelou que 70% do elenco profissional de 2015 foi formado pela base

26 de dezembro de 2015 - Às 09:32
Base do Grêmio é a aposta para 2016 (Foto: Reprodução)
Base do Grêmio é a aposta para 2016 (Foto: Reprodução)

O Grêmio passa por um momento de reestruturação financeira e não está conseguindo reforçar a equipe. Sempre que há interesse em algum jogador, outro clube oferece um valor superior e acaba tirando a possibilidade de contratação do Grêmio.

Por isso, o Tricolor deve contar com as categorias de base para a próxima temporada. O coordenador das categorias de base do Grêmio, Júnior Chávere, comemorou o bom ano de 2015, revelando que neste ano, 70% do elenco foi formado por jogadores que saíram das categorias de base do clube.

“O ano foi muito proveitoso. Nossa prioridade máxima é a formação de atletas para o processo de transição. Pudemos conferir alguns atletas sendo utilizados no time principal em 2015, principalmente no Gauchão, mas também na Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Marcelo Hermes, Araújo, Thyere, Lincoln são apenas alguns exemplos. Quase 70% do elenco no ano foi formado por atletas oriundos da base”, disse em entrevista à Rádio Gaúcha.

Felipe Tontini é uma das apostas (Foto: Reprodução)
Felipe Tontini é uma das apostas (Foto: Reprodução)

Perguntado sobre novos atletas que deverão subir para o grupo principal, Chávere mostrou suas expectativas:

“Se Batista, Tontini e Tilica estão prontos? Esta é uma pergunta difícil de se responder. Eles estão prontos para encarar a transição, chegar ao grupo profissional. É muito importante passar pela fase de lapidação e isto pode levar tempo. Everton, Luan e Walace são exemplos disso. Começaram a ter chance no ano passado e hoje são jogadores afirmados. Além destes três, outros do sub-20 estarão nas mãos do Roger na pré-temporada e acredito que todos estão preparados para o desafio”, comentou.






Veja também