Com confusão, Grêmio bate Cruzeiro e segue 100%

25 de março de 2012 - Às 23:31
Pela 5ª rodada da Taça Farroupilha, o Grêmio venceu o Cruzeiro-POA por 2 a 1, em um jogo movimentado e com muita confusão no fim da partida. Com a vitória, o Grêmio segue 100% no segundo turno do Gauchão.

O Tricolor teve mais domínio no primeiro tempo, diminuiu o ritmo na etapa final e quase pagou caro por isso. 

A partida foi tensa e tumultuada, mas a raça, desta vez, esteve a frente da técnica.

Já são SEIS vitórias seguidas

A partida começou bastante equilibrada, e em uma partida tão complicada, o gol só poderia sair de bola parada. E aos 9 minutos, Fernando cobrou falta com perfeição, por cima da barreira, sem chances para o goleiro, abrindo o placar.
Aos 13, o Cruzeiro quase respondeu na mesma moeda. Alberto cobrou falta e a bola bateu no poste esquerdo. Aos 25, o argentino Bertoglio recebeu cruzamento e chutou forte, a zaga salvou. No lance seguinte, Moreno aparou cruzamento e a bola passou muito perto.
Aos 30, Abuda recebeu cruzamento e desviou, a queima roupa Victor salvou, fazendo grande defesa. Aos 3, Moreno chegou um pouco atrasado após cruzamento de Léo Gago. Aos 43, Faísca arriscou de fora da área, mas para fora. Aos 44, em rápido contra-ataque, Bertoglio tocou para Gabriel que chutou forte e Fábio salvou.
O segundo tempo começou com o time da casa mais presente no campo de ataque, criando chances, porém nenhuma foi clara. Aos 15, Fernando teve outra boa falta e bateu bem, a bola passou raspando a trave. Aos 17, após cruzamento, Gabriel tocou contra o próprio gol, mas Victor salvou em mais uma grande defesa.
A partida era bastante chata, de poucas chances, o Grêmio mais segurava a partida do que buscava ampliar. Melhor no segundo tempo, o Cruzeiro empatou de bola parada. Aos 38, Davidson subiu de cabeça após cobrança de falta, tocando para o fundo do gol.
No fim do jogo, aos 48 minutos, a bola bateu no braço de um jogador do Cruzeiro, o bandeirinha deu pênalti, que Vuaden não havia marcado. Os jogadores do Cruzeiro foram pra cima da arbitragem, e a Brigada Militar teve que intervir, onde até spray de pimenta foi usado.
Por fim, aos 54 minutos, Marcelo Moreno cobrou pênalti com perfeição e marcou.

A arbitragem saiu de campo escoltada pela polícia.

Se você tem Sangue Azul, assista ao vídeo abaixo:
Vídeo exclusivo: Eu tenho Sangue Azul



Veja também