A vitória da última terça-feira contou com a volta de um dos principais destaques do Grêmio em 2022. Bitello retornou no 3 a 0 sobre o Sport como volante, deu dinâmica ao meio-campo e novamente balançou a rede para assumir como vice-artilheiro. A comemoração é à la Stephen Curry, do Golden State Warriors, quatro vezes campeão da NBA.

O gol trouxe a Bitello a vice-artilharia isolada na temporada, com oito gols, sendo seis na Série B. Até então estava empatado com Elias, já negociado e hoje no New York Red Bulls, na MLS. O jovem ainda tem duas assistências em 2022.

Na comemoração, se inspirou na estrela da NBA e do Golden State Warriors, Stephen Curry, ao fazer o gesto batizado de “night, night”, usado pelo jogador de basquete. O curioso é que nos dois jogos de Bitello com Renato na beira do campo, o volante fez gol.

Sob orientações do técnico, o volante formou o setor com Thiago Santos e Lucas Leiva, este mais adiantado. Bitello se posicionou ao lado de Thiago Santos mais pelo lado esquerdo. O acréscimo de qualidade que o garoto de 22 anos deu ao time foi notório.

Bitello comemora como Stephen Curry — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Bitello comemora como Stephen Curry — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A qualidade no passe e a disposição física do jogador fez o Grêmio melhorar no setor de criação. É dos pés dele que sai uma das melhores chances do primeiro tempo, ao armar o contra-ataque com um passe vertical para Biel, deixando quatro gremistas contra os dois zagueiros adversários. Mas na sequência o lance foi desperdiçado.

Coloquei Bitello e Thiago mais atrás, até pela idade do Lucas, para jogar mais solto e poderia criar jogadas próximas da área do adversário.

— Renato Portaluppi, treinador do Grêmio

Na etapa final, quando o volante já atuava mais à frente, pois Leiva tinha dado lugar a Lucas Silva, Bitello balançou a rede. Rodrigo Ferreira cruzou na área e Guilherme escorou de cabeça para o camisa 39 fechar a conta em cima do Sport.

A virtude de fazer gols é um dos pontos a se destacar no jogador. Se comparar com os últimos jogadores da sua posição no Grêmio, nenhum é tão efetivo na frente do gol como Bitello.

Dos nomes consagrados no estilo de jogo mais ofensivo gremista, ninguém chegou a números semelhantes. Matheus Henrique em seu ano mais goleador no Tricolor marcou quatro vezes. Em 2018, Maicon fez cinco gols.

Outros jogadores da posição que passaram por ali nas últimas temporadas também não se destacaram por fazer gols, como Arthur, Darlan e até mesmo Thaciano. Antes de ser emprestado em 2019 balançou a rede cinco vezes.

Além da importância na parte ofensiva, na defesa Bitello também mostra que é importante. Além de ser o vice-artilheiro, é o segundo jogador do Grêmio que mais desarma na Série B, com 89 desarmes, atrás apenas de Villasanti. Em toda competição, é o quinto melhor ladrão de bola.

Renato e Bitello em vitória do Grêmio — Foto: Maicon Jacondino/F10 Comunicação

Renato e Bitello em vitória do Grêmio — Foto: Maicon Jacondino/F10 Comunicação

O volante foi alçado ao profissional nesta temporada. No início, não recebeu muitas oportunidades, enquanto o treinador ainda era Vagner Mancini. Mas quando Roger Machado assumiu o comando técnico, de cara colocou o garoto para jogar e o firmou como titular.

Desde então, emendou uma boa sequência na equipe, tanto que acabou o estadual com o prêmio de Craque do Gauchão. Com Renato, seguiu no time titular. E assim será no restante da Série B.



Veja também