Foto: Bruno Creste/Divulgação

A vitória do Grêmio por 2 a 0 sobre o Mixto-MT, na estreia tricolor pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, teve como destaque o lateral-direito Lucas Kawan. Autor do cruzamento para o primeiro gol do jogo, o jovem de 18 anos chamou atenção principalmente no setor ofensivo.

No primeiro tempo, o Grêmio empilhou chances, e a maioria delas pelo lado direito. Aos nove minutos, Lucas foi o responsável pela primeira finalização da partida.

Quatro minutos depois, recebeu em profundidade e foi derrubado na área, em pênalti inicialmente marcado, mas depois anulado por impedimento.

Aos 42 minutos, viria o lance decisivo. O lateral recebeu de Rubens livre na direita, olhou para a área e, com toda a calma do mundo, colocou na cabeça de Kauan Kelvin, que abriu o placar.

Na segunda etapa, o time inteiro enfrentou mais dificuldade, e as individualidades apareceram menos. O Mixto passou a criar mais chances de ataque. Na defesa, Kawan segurou as pontas.

Mesmo assim, até Zinho fazer o segundo gol gremista no último lance do jogo, a melhor chance do segundo tempo havia saído dos pés de Lucas Kawan. Em tabela com Rubens, invadiu a área e soltou uma bomba de pé esquerdo, espalmada pelo goleiro.

O lateral-direito é constantemente convocado pelas seleções de base e considerado o titular do time sub-20 do Brasil. Em 2021, foi campeão do Brasileirão de Aspirantes pelo Grêmio.

É visto como o próximo na linha sucessória após a venda de Vanderson ao Monaco. Os empresários inclusive já procuraram o Tricolor para iniciar os debates por uma valorização.



Veja também