Com apenas 17 anos, Lincoln sempre foi o ‘homem da casa’ e agora será pai

Jovem revelação Gremista entrou para história do clube ao marcar gol na Libertadores

18 de março de 2016 - Às 12:09
Foto: Eduardo Moura
Foto: Eduardo Moura

Lincoln é um jovem de 17 anos diferente dos demais. Enquanto nesta idade a prioridade é estudar e ingressar em uma faculdade, o jovem jogador Gremista é tratado como joia dentro do clube, fez gol importante em Libertadores e recebeu a notícia recentemente de que será pai.

Lincoln perdeu seu pai muito cedo, quando ainda tinha 11 anos. Por isso, sempre teve que se virar sendo o ‘homem da casa’ sustentando sua família. O jogador lembrou dos bom momentos que passou com seu pai:

– A gente saía sempre junto, ia no mercado, eu estava abraçado com ele (pai), comigo no colo. Eu estava sempre com ele em todos os momentos. Logo como comecei na escola conveniada ao Grêmio, era ele quem me levava para o treino, mesmo mal. Ia e voltava com ele. Sinto muita falta dos meus momentos com ele – lembra o meia.

– Na verdade amadureci muito perdendo o meu pai, mas graças a deus tive todo o apoio da minha família. Não só eu senti, como todos. Tive e tenho o apoio do meu irmão mais velho, das minhas irmãs. Me considero o homem da casa desde que perdi meu pai, pude poder dar uma ajuda para dentro de casa, que era difícil. Meu irmão mais velho que jogava futebol também conseguia dar uma ajuda. Mas eu me considero o homem de casa, por poder ajudar e lidar com a circunstância.

Nos últimos jogos, devido a boa atuação, ganhou grande apoio da torcida para que faça parte do time titular da equipe, no lugar de Douglas. Com 17 anos, bateu recorde sendo o jogador Gremista mais jovem a balançar a rede em uma Libertadores.



Veja também