Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Depois do título gaúcho e estrear na Série B com empate em 0 a 0 diante da Ponte Preta no sábado, o Grêmio terá pela frente as outras 37 rodadas da segunda divisão nacional e a Recopa Gaúcha contra o Glória, ainda por ser marcada, até o fim da temporada. Assim, acumulará 55 partidas em 2022, o menor número desde 2005.

A repetição do calendário mais esvaziado coincide justamente com o segundo ano em que o clube precisou fazer uma campanha de retorno à elite do futebol brasileiro, com eliminação precoce na Copa do Brasil e sem torneios continentais.

A redução de jogos chama atenção também pela média das temporadas entre as aparições na Série B. De 2006 a 2021, o Tricolor teve aproximadamente 71 partidas por ano. Ou seja, serão 16 compromissos a menos em 2022.

O ano passado, por exemplo, teve 86 jogos para o Grêmio. Mas há a ressalva de que foram disputadas partidas do complemento de 2020 entre os meses de janeiro, fevereiro e março. Por isso, o número também caiu nos 12 meses de 2020: 60.

A CBF ainda não desmembrou todas as rodadas da Série B. Mas o técnico Roger Machado terá um calendário que alterna semanas cheias com pequenas sequências de jogos até o dia 5 de novembro, data do último jogo em busca do acesso.

A Série B tem enormes dificuldades, times fechados, jogo viril, arbitragem complicada, vários pontapés, nada diferente do que já imaginávamos.
— Denis Abrahão, vice de futebol do Grêmio

Pelo que já foi divulgado, depois do empate com a Ponte, a equipe terá seis dias de preparação para enfrentar a Chapecoense, na próxima sexta-feira, na Arena, pela segunda rodada. O período de descanso e treinos será o mesmo para as rodadas seguintes, contra Guarani (21 de abril) e Operário (27 de abril).

Somente na 5ª rodada, diante do CRB, na Arena, o Grêmio irá encarar seu primeiro curto espaço entre jogos. O confronto está marcado para o dia 30 de abril, apenas três depois de duelar com o time de Ponta Grossa, no Paraná.

Em contrapartida, Roger Machado receberá oito dias para pensar o time no primeiro “clássico” da Série B, contra o Cruzeiro, no Mineirão, em 8 de maio.

Daí em diante, a CBF ainda não confirmou as datas. As rodadas começam e terminam, segundo o cronograma da Série B, com partidas às terças, sextas e sábados. Ou seja, o período sem jogos neste contexto dependerá das combinações entre um duelo e o posterior.

Todavia, os dias entre as rodadas serão mais curtos em seis oportunidades, quando estão previstas partidas às terças e quartas-feiras. Conforme detalhamento da CBF, isto ocorrerá pela primeira vez entre a 11ª e a 12ª rodadas. Depois, se repetirá na 15ª e 16ª, 19ª e 20ª, 23ª e 24ª, 27ª e 28ª e 33ª e 34ª.

De volta a Porto Alegre após o empate com a Ponte Preta, o elenco gremista se reapresenta no CT Luiz Carvalho na tarde desta segunda-feira. O próximo compromisso da Série B é diante da Chapecoense, às 19h da próxima sexta, na Arena.



Veja também