Clube turco estaria disposto a pagar multa rescisória e tirar Ferreira do Grêmio

Multa rescisória é de 8 milhões de euros (R$ 51 milhões)

24 de dezembro de 2021 - Às 15:51
Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

O Grêmio pode iniciar 2022 sem Ferreira. Interessado na contratação do atacante, o Fenerbahçe, da Turquia, sinalizou que estaria disposto a pagar a multa rescisória, avaliada em 8 milhões de euros (cerca de R$ 51,3 milhões pela cotação atual), o que interromperia o vínculo atual até dezembro de 2023. O Tricolor, que detém 50% dos direitos econômicos do atleta, ficaria com R$ 25,6 milhões na negociação.

Na última semana, o jogador estampou capas de jornais e sites turcos, que noticiavam a intenção do clube de Istambul em reforçar o setor ofensivo com o camisa 11 gremista. O próximo passo é acertar a questão salarial com o estafe do atleta.

Internamente, os dirigentes tricolores admitem que a multa contratual é considerada baixa para os padrões estrangeiros. No entanto, não houve acordo salarial para que o vínculo fosse renovado com aumento no valor da rescisão.

Por este mesmo motivo, quase o perderam na última janela de transferências, quando o Al-Ain, dos Emirados Árabes, e o Atlanta United, dos Estados Unidos, fizeram consultas. Ainda assim, Ferreira permaneceu na Arena, sendo titular na reta final do Brasileirão e, apesar de destaque individual, não conseguiu evitar o rebaixamento para a Série B.

O atacante, que completará 24 anos no dia 31 de dezembro, foi descoberto por olheiros gremistas, mas antes de ser lançado no time principal, em 2019, foi emprestado ao São Luiz de Ijuí, Toledo, Cianorte e Aimoré. No total, disputou 97 partidas, marcando 18 gols.



Veja também