Diego Churín negou um domínio do Santos sobre o Grêmio, mesmo após o time perder por 4 a 1 e ser eliminado das quartas de final da Libertadores, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Em entrevista coletiva, o centroavante pediu para o Tricolor virar a pagína e usar a derrota como aprendizado.

Dentro de campo, Churín pouco tempo teve para contribuir, já que entrou aos 31 minutos da etapa final com o jogo praticamente definido. Mas o centroavante crê que Santos não dominou o Grêmio, mas sim soube administrar sua vantagem conquistada logo no início da partida.

— Não acho que fomos dominados. Encontraram um gol rapidamente, o segundo gol também. Tivemos a oportunidade de fazer um a um com o Jean, outra oportunidade também que não pudemos fazer o gol e depois eles não controlaram o jogo, mas sim o tempo. É dar a volta da página — lamentou.

Diego Churín em entrevista após Santos 4x1 Grêmio na Libertadores — Foto: Reprodução/Conmebol

Diego Churín em entrevista após Santos 4×1 Grêmio na Libertadores — Foto: Reprodução/Conmebol

A tal virada de página citada por Churín será necessária justamente porque o Grêmio tem jogo pelo Brasileirão no sábado e pela semifinal da Copa do Brasil na próxima semana. Ele quer que o time saiba amadurecer com a derrota desta noite para saírem fortalecidos para a sequência da temporada.

— Uma derrota demonstra a grandeza, os caras estão mal porque havia muita ilusão de ganhar a Libertadores. Mas há muitos jovens. Tem que ter consciência que essa derrota tem que servir para amadurecer. Estou seguro que com essa derrota vamos sair mais forte — finalizou.

O elenco do Grêmio agora treina em São Paulo nesta quinta-feira e também na sexta-feira, quando de tarde viaja para Recife. No próximo sábado, o Tricolor encara o Sport, na Ilha do Retiro, pelo Brasileirão, e na quarta seguinte inicia a decisão da semifinal da Copa do Brasil diante do São Paulo.



Veja também