Sem vencer há mais de um mês, o Grêmio tem outra missão para superar neste período de turbulência: a dependência de Diego Souza. O centroavante marcou quase a metade dos gols do time de Renato Portaluppi em 2021. Suspenso, dará lugar a Diego Churín, que será o principal encarregado de tentar balançar as redes do Botafogo na noite desta segunda-feira.

O Grêmio disputou oito partidas até o momento no ano e anotou 11 gols, o que dá uma média 1,37 por jogo. Deste total, cinco foram marcados pelo camisa 29, o equivalente a 45,45%.

Diego Souza ainda contribuiu com uma assistência a Jean Pyerre. Ou seja, tem participação direta em mais da metade da produção ofensiva da equipe. Isso que o centroavante de 35 anos disputou apenas seis partidas nesse período.

Diego Churín, atacante do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Diego Churín, atacante do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Além da necessidade de manter o poderio ofensivo, Churín será a principal esperança para acabar com o hiato de sete jogos sem vitórias do Grêmio. O time ganhou apenas uma vez neste ano. Justamente no primeiro compromisso, quando fez 2 a 1 no Bahia, no dia 6 de janeiro.

O argentino ainda não balançou as redes em 2021, mas só participou de duas partidas. Recuperado de um estiramento muscular, ele volta a ficar à disposição do técnico Renato Portaluppi e ganha uma nova chance na equipe titular.

– É a primeira vez que fico muito tempo sem jogar por uma lesão. Vou tratar de trabalhar da melhor maneira, de dar o melhor de mim, com muita vontade, muita competição e tentar conseguir a vitória, que necessitamos muito e estamos buscando há tempos – diz o argentino.

O último gol de Churín foi na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, quando marcou aos 17 minutos do segundo tempo. Ele soma 113 minutos longe das redes. No total, o gringo tem dois gols em 19 partidas pelo Grêmio, mas em 686 minutos, o que dá uma média de um a cada 343 minutos. O outro gol ocorreu na vitória por 4 a 2 sobre o Ceará.

Grêmio e Botafogo se enfrentam às 20h desta segunda-feira, no Nilton Santos, em jogo pela 35ª rodada. O Tricolor é o sétimo na tabela, com 53 pontos, e tenta se reaproximar do G-4 para garantir uma vaga direta na próxima edição da Libertadores. A distância para o atual quarto colocado, o São Paulo, é de cinco pontos.



Veja também