Se antes o ambiente era hostil, agora o cenário é outro. No último jogo na Arena, no empate com o Juventude por 1 a 1, o Grêmio deixou o gramado sob vaias. Na tarde deste sábado, uma semana depois, recebeu aplausos do início ao fim, efeito da chegada de Roger Machado e que segundo o treinador colaborou com o bom desempenho do time.

Antes mesmo do jogo começar, já era possível perceber que a relação da torcida com o time havia mudado. Roger Machado foi o mais aclamado no estádio quando o locutor da Arena proferiu seu nome durante a escalação. Diego Souza e Geromel também receberam bastante aplausos.

Mas mais do que isso, em momento nenhum vaias foram ouvidas. Nos últimos jogos na casa do Grêmio, apesar dos bons resultados, era visível o ambiente hostil na relação entre torcida e time. Isso se devia muito pela repulsa de parte dos gremistas ao ex-técnico do clube, Vagner Mancini.

O ex-treinador carregou para 2022 o fardo da queda para a Série B, já que era ele quem estava à beira do gramado na última rodada do Brasileirão, quando se confirmou o rebaixamento. O ambiente ruim com a torcida, junto com a falta de evolução do time, foi uma das justificativas para a sua demissão.O ambiente interno é muito bom, sempre foi. O ambiente externo não estava bom e influenciou internamente.— Denis Abrahão, vice de futebol do Grêmio

Roger na vitória do Grêmio por 4 a 0 diante do São Luiz — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

Roger na vitória do Grêmio por 4 a 0 diante do São Luiz — Foto: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

Contra o São Luiz, a realidade foi outra. Roger Machado reconheceu o apoio dos torcedores presentes na Arena e disse que ambiente mais leve foi determinante para o desempenho da equipe em campo.

– Um ambiente mais leve, proporcionado por um otimismo na visão do torcedor. Os jogadores estarem tranquilos para fazer o que de melhor sabem vai acarretar em movimentos mais lúcidos, em passes mais assertivos, em decisões mais acertadas, e isso tudo reflete no jogo e no resultado – avaliou Roger.

A chegada do novo treinador, ídolo do Grêmio como jogador e que como técnico teve seu trabalho de 2015 e 2016 aprovado, melhorou o ambiente externo, mas também interno. Uma prova disso é que todos que marcaram na vitória por 4 a 0 foram abraçar o comandante.

Logo que Roger Machado foi anunciado, ficou evidente a onda de torcedores gremistas celebrando o retorno do treinador. Mas até então o apoio havia se restringido às redes sociais. Neste sábado, os 10 mil gremistas que estava na Arena confirmaram na prática a relação de paz com o time.

As mudanças no clube chegam às vésperas de decisões para o Grêmio. Na próxima rodada do Gauchão, o Tricolor encara o rival, Inter, no Beira-Rio, e três dias depois tem uma decisão pela Copa do Brasil, contra o Mirassol, em que não pode perder ou será eliminado.



Veja também