Foto: Divulgação / CP

Caberá ao Grupo de Transição do Grêmio a missão de iniciar a temporada de 2022. A expectativa é que a equipe, recheada de garotos campeões do Brasileirão de Aspirantes em 2021, atue no Gauchão, enquanto os profissionais realizam uma pré-temporada de 30 dias com a missão de subir para a Série A. Comandante do time de jovens, Cesar Lopes enaltece a qualidade de seus atletas e garante “tranquilidade” para os jogadores do grupo principal se prepararem da melhor forma.

“Estamos aproveitando para fazer nosso planejamento. Tenho uma autonomia muito grande para trabalhar com esse grupo. Temos contatos com a direção, com o profissional. Agora com o retorno deles, vamos ter mais contato. Nossa missão é ajudar o profissional, dar esse apoio, é o que estamos fazendo. Dar esse suporte para que eles possam se preparar bem para o ano. Meta é fazer o melhor trabalho possível e conseguirmos um bom desempenho no Gauchão”, reiterou em entrevista aos canais oficiais do clube. Na quarta-feira, o Grêmio venceu o São José por 4 a 2 em jogo-treino.

Sobre a partida, Lopes reconheceu a boa atuação do time gremista, que soube levar os treinamentos para dentro da atividade. “O jogo foi muito bom. Comentei com eles da importância de todos estarem participando e entendendo os conceitos para o jogo. Isso vai ser muito utilizado: o grupo. É um grupo de muita qualidade. Vamos precisar ter esse repertório. Hoje conseguimos rodar os atletas, trabalhar quase em quatro tempos e mudando a formação para chegarmos a um consenso”, salientou.

Além da base do time campeão em 2021, o treinador irá contar com alguns “reforços” do profissional. São atletas que estavam emprestados para outras equipes, como lateral Filipe, ou se recuperando de lesão, caso de Leo Gomes, que foi titular do profissional em 2018 e 2019 até ter grave lesão.

“A metodologia de atletas que sobem e descem tornam mais fácil termos um entendimento de como se procede o clube e como os jogadores podem se projetar. E esses atletas que estão voltando, a maioria já trabalhava no clube, e a compreensão fica mais fácil”, avaliou.



Veja também