Foto: Reprodução

O Atlético-MG foi multado por descumprir uma determinação judicial no caso envolvendo o goleiro Victor, em 2012. A multa aplicada foi de 20% sob o montante que o time mineiro já devia para o Grêmio referente a ida do goleiro naquele ano. Agora, o Galo não deve mais R$ 10 milhões ao Tricolor e sim R$ 12 milhões.

O problema é que quando a Justiça foi congelar o dinheiro imaginando encontrar o depósito do cheque referente ao pagamento da primeira parcela dos direitos do atacante, encontrou um ‘valor irrisório’ frente ao montante devido. Desta forma, liberou novamente as contas.

O valor da venda de Pratto ao São Paulo é que foi bloqueado. O time paulista, nos próximos pagamentos a serem realizados, em 15 de Abril e 15 de Julho, fará o pagamento diretamente na conta vinculada ao processo, a do Grêmio.

Não cabe recurso ao Atlético-MG já que é um caso de execução de dívida.



Veja também