O Grêmio sagrou-se campeão da Copa RS sub-20 ao bater o Vasco por 1 a 0 no último domingo. Seis jogadores do grupo que levantou a taça devem fazer parte do elenco profissional que disputará o Campeonato Gaúcho em 2020. Além disso, a direção planeja ter um “terceiro time” formado somente por jovens.

“Vai ter um terceiro time de jovens para ajudar o plantel” (Romildo Bolzan Júnior, presidente)

O goleiro Vinicius Machado, o lateral Felipe, o zagueiro Ruan, os volantes Varela e Lucas Araújo e o meia Jhonata Robert serão promovidos ao grupo principal. Léo Chú, autor do gol na final, também fará a preparação para o estadual, mas precisa retomar o tempo perdido em 2019 com lesões.

Jogadores comemoram título da Copa RS Sub-20 — Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio

Jogadores comemoram título da Copa RS Sub-20 — Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio

— A base do Grêmio já chegou perto de muitos títulos. Foi vice nacional no sub-23. O mais importante é pegar essa turma e ver quem vai fazer parte dos 11 que vão fazer parte do time profissional. Vai ter um terceiro time de jovens para ajudar o plantel — comentou o presidente Romildo Bolzan após o título da Copa RS.

Todos os jovens compuseram o grupo que enfrentou o Goiás na última rodada do Brasileirão. Eles se juntarão a nomes que subiram durante 2019, casos de Rodrigues, Frizzo, Isaque, Guilherme Azevedo e Da Silva.

Felipe, Ruan, Lucas Araújo e Robert, todos com 20 anos completados, estouraram a idade da base e devem permanecer na equipe de transição, com chance de aparecer no profissional conforme avaliação da comissão técnica. Aliás, Robert foi o destaque da Copa RS Sub-20. É visto como “pronto” pelos dirigentes das categorias de base.

Jhonata Robert, craque do Grêmio na Copa RS sub-20 — Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio

Jhonata Robert, craque do Grêmio na Copa RS sub-20 — Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio

Por isso, o Gauchão será fundamental para o jovem receber mais chances em 2020. Poderia ocupar a vaga de meia no elenco principal após a saída de Luan — hoje, as opções por ali são Jean Pyerre, Tardelli, Thaciano e Patrick.

As decisões, mesmo assim, estarão atreladas ao crivo de Renato Gaúcho, caso ele renove seu contrato com o clube. Em 2019, o time de transição iria iniciar o Gauchão, mas o treinador optou por começar com o time principal e usou a equipe reserva nas primeiras partidas.



Veja também