Foto: Lucas Uebel

A mudança no calendário da Conmebol em 2017 não é novidade a esta altura do ano. Mas a disputa da Libertadores durante toda a temporada traz algumas peculiaridades. Por exemplo: Grêmio e Lanús, finalistas da competição sul-americana, terão de enviar a lista final de inscritos para o Mundial de Clubes antes do último jogo da decisão.

A data limite colocada pela Fifa é dia 27 de novembro. Dois dias antes da finalíssima da Libertadores, marcada para o dia 29, em Lanús, na Argentina. O primeiro jogo da decisão ocorre no dia 22, na Arena, em Porto Alegre. As duas equipes já enviaram uma pré-lista para o Mundial, assim como todos os semifinalistas o fizeram.

A disputa da Libertadores durante todo o ano ocorre pela primeira vez nesta temporada. O Mundial inicia só cinco dias depois da final da competição, embora o representante sul-americano só jogue no dia 12 de dezembro, na semifinal, contra o vencedor de Pachuca, do México, e Wydard Casablanca, do Marrocos.

A proximidade complica até mesmo planejamento para os torcedores. Já circulam na internet materiais de agências de turismo vendendo pacotes para Abu Dhabi.

A principal competição da Conmebol passará por mais mudanças em um futuro breve. O patrocinador master irá deixar o nome oficial da Libertadores. A entidade tenta também recuperar o direito de vendas das placas de publicidade. E, após o contrato atual, comercializará os direitos de transmissão para uma emissora por país, em modelo diferente do atual. Há ainda a discussão sobre final única: o dia 1º de dezembro ficou reservado no calendário, em 2018, para uma eventual decisão. Porém, os dias 7 e 28 também estão apontados como finais no calendário.



Veja também