Caio Henrique começará uma partida pela primeira vez no Grêmio neste sábado, às 11h, contra o Juventude, na Arena, na abertura do returno do Gauchão. Ainda reserva de Bruno Cortez na lateral esquerda, o jogador de 22 anos aproveita a experiência herdada do técnico Diego Simeone, no Atlético de Madrid, para brigar pela titularidade.

“Saí de lá (Espanha) completamente diferente em questão de posicionamento e marcação” (Caio Henrique, sobre o trabalho com Simeone)

O lateral entrou nas últimas duas partidas do Tricolor, justamente na vaga de Cortez. Como a equipe principal ficará resguardada para a estreia na Libertadores na próxima terça-feira, contra o América de Cali, Caio promete usar os minutos em campo nesta manhã para mostrar seu potencial ao técnico Renato Gaúcho.

Considerado um atleta de veia ofensiva, ele cita o posicionamento e a marcação como evoluções no estilo de jogo durante os dois anos nos quais foi comandado por Simeone na Espanha. Sem contar a experiência dos tempos de jogador no futebol sul-americano e treinador do Estudiantes, em 2006, e do River Plate, em 2008.

Na direita, Caio Henrique atuando pelo Atlético de Madrid — Foto: Reprodução redes sociais

Na direita, Caio Henrique atuando pelo Atlético de Madrid — Foto: Reprodução redes sociais

— É importante. Até pela característica do técnico do Atlético (Simeone), de ser sul-americano, acho que é um jogo que parece bastante com o da Libertadores. Saí de lá (Espanha) completamente diferente em questão de posicionamento e marcação. A gente aprende. Claro que isso tudo pode me contribuir. Foi uma experiência bastante válida — comentou Caio em entrevista coletiva na última quinta-feira.

Grêmio e Juventude se enfrentam a partir das 11h deste sábado, na Arena, pela primeira rodada do segundo turno do Gauchão. O Tricolor deve entrar em campo com: Paulo Victor; Orejuela, Paulo Miranda, Geromel e Caio Henrique; Thaciano, Darlan, Patrick, Pepê e Thiago Neves; Luciano.



Veja também