Bressan se diz pronto para lidar com rejeição da torcida

Zagueiro retornou ao Grêmio após empréstimo ao Peñarol

4 de fevereiro de 2017 - Às 08:42
Foto: Lucas Uebel

Enquanto a direção ainda busca a contratação de pelo menos um zagueiro, o grupo do Grêmio teve o retorno de um velho conhecido. Bressan, que atuou por empréstimo no Peñarol no último semestre, está de volta ao clube. Ainda com uma rejeição por parte da torcida, ele afirmou que tem a confiança do técnico Renato Portaluppi e espera mostrar que pode ajudar o Tricolor nesta temporada.

“Tive uma experiência muito boa no Uruguai. Pude jogar constantemente, adquiri mais experiência e volto aqui com o foco total e muita disposição para vestir novamente a camisa do Grêmio”, afirmou Bressan, que trabalhou com Renato em 2013. “Conheço bem o Renato e o auxiliar dele. Trabalhamos juntos no primeiro ano de Grêmio, quando fomos vice-campeões brasileiros”, continuou.

“Tenho consciência de que o Renato tem confiança em mim. Não foi à toa que fiz 100 jogos com a camisa do Grêmio. Desconfiança vai existir e vou trabalhar para que ela desapareça. O meu pensamento é trabalhar. Estou muito feliz por estar de volta. Durante o ano todo mundo vai ter oportunidade. Sei que vou ter e trabalharei o máximo para isso”, completou.

Bressan lembrou ainda que outros jogadores passaram por problemas com a torcida tanto no Grêmio como em outros clubes e conseguiram se recuperar. Ele se apega nisso para dar a volta por cima

“Muitos jogadores já passaram por isso, não apenas no Grêmio. Muitos jogadores deram a volta por cima aqui no Grêmio e vou dar também. Voltei porque gosto daqui. Vou trabalhar, sempre fui assim. Não cheguei à toa no Grêmio. Joguei no Grêmio, fui para o Flamengo e joguei também. Os treinadores sempre confiaram em mim. Estou tranquilo de que posso ajudar”, finalizou.



Veja também