Bressan pede “pés no chão” após vitória convincente sobre o Atlético-MG

Zagueiro que substituiu Fred logo no início diz que equipe correspondeu ao que foi treinado por Roger

27 de maio de 2016 - Às 12:11

O Grêmio teve uma atuação perfeita na partida desta quinta-feira contra o Atlético-MG noHorto. O resultado de 3 a 0 mostrou um Grêmio com bom futebol diante de um adversário complicado. O zagueiro Bressan, no entanto, lembra que nada foi conquistado ainda e por isso pede pés no chão:

“Foi uma questão muito rápida ali. A gente fica triste pelo Fred, mas feliz por ter mostrado que o Grêmio tem plantel. Chegamos à casa do Atlético-MG, onde dizem que é muito difícil somar pontos e mostramos um belo futebol. Mas temos que manter o pé no chão e ter a consciência de que não conquistamos nada”, declarou em entrevista coletiva.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O defensor que substituiu Fred logo no início do jogo – devido a uma lesão – acredita que a equipe conseguiu corresponder a tudo que foi treinado pelo técnico Roger:

“O Roger estuda muito o adversário e pede sempre compactação, para jogar perto, até porque o Atlético-MG sempre atua de forma agressiva, com os laterais chegando a todo instante. É preciso exaltar o trabalho do pessoal da frente, que fez com que a jogada chegasse mais mastigada para recuperar a bola”, explicou.

Bressan também explicou que pretende ficar no Grêmio e mesmo com a concorrência de Wallace agora pela posição, diz que briga pela posição:

“Eu não tenho dúvida de que o Roger e o grupo acreditam em mim. Nunca me senti inseguro com as críticas e penso que elas precisam ser absorvidas. Eu quero ficar no Grêmio e a chegada do Wallace será boa para nós. Em qualquer lugar que você vá não há como encontrar apenas dois zagueiros. Eu conheço o Wallace e ele vai nos ajudar com a liderança que tem. Somente o clube tem a ganhar com isso”, acrescentou.



Veja também