O goleiro Brenno foi uma das grandes novidades do técnico Felipão na escalação antes do empate em 2 a 2 com o Cuiabá, na última quarta-feira, na Arena, pela 24ª rodada do Brasileirão. O jogador agora abre uma disputa com o colega Gabriel Chapecó para o jogo contra o Santos no domingo.

Apesar de não utilizado nos Jogos Olímpicos, Brenno voltou com a medalha de ouro de Tóquio e sentou no banco de reservas enquanto o então titular Chapecó atuava. Até que atuou três vezes nos últimos cinco jogos.

Voltou a campo na derrota de 2 a 0 para o Flamengo no jogo de volta das quartas de final da Copa dO Brasil. Depois, substituiu Chapecó, que passou mal no gramado, na vitória contra o time de Renato, pelo Brasileirão – ambas partidas ocorreram no Maracanã.

Assim, Brenno teve sua chance de atuar com Felipão. Mas Chapecó retomou o posto de titular nas derrotas contra Athletico-PR, na Arena da Baixada, e Sport, na Arena.

Brenno foi a novidade de Felipão no empate em 2 a 2 do Grêmio com o Cuiabá — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Brenno foi a novidade de Felipão no empate em 2 a 2 do Grêmio com o Cuiabá — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Com seis gols sofridos em dois jogos, Chapecó deu lugar a Brenno no empate com o Cuiabá, em 2 a 2. Agora, abre-se a brecha para uma disputa no gol. Felipão terá três sessões de treino para definir o titular.

O elenco se reapresenta nesta quinta-feira, no CT Luiz Carvalho, treina sexta e sábado, quando viaja para o litoral paulista. O jogo contra o Santos está marcado para às 16h de domingo, na Vila Belmiro, pela 25ª rodada do Brasileirão. O Tricolor é 17º, com 23 pontos.



Veja também