Bolzan lamenta “relaxamento involuntário” dos jogadores do Grêmio

Para presidente, o resultado dessa segunda-feira foi justo

8 de novembro de 2016 - Às 12:04
Foto: Lucas Uebel
Foto: Lucas Uebel

Após sofrer a maior goleada da história da Arena nessa segunda-feira contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, o discurso no vestiário do Grêmio é de “sinal de alerta”. Em entrevista coletiva pós-jogo, o presidente gremista, Romildo Bolzan Jr., lamentou o “relaxamento involuntário” dos atletas e elogiou o desempenho do rival.

“Não houve desinteresse. Tivemos um relaxamento involuntário que acabou preponderando as melhores finalizações do Sport. Não jogamos uma boa partida e não tivemos muitas finalizações. A vitória deles foi justa. Serve de alerta para os próximos jogos. Relaxar tem seus riscos”, disse.

O Grêmio joga a partida de ida da final da Copa do Brasil no dia 23 de novembro. Querendo ou não, os atletas vivem um momento de ansiedade. “Cada contexto e motivação é uma situação específica. Contra o Atlético-MG é outro jogo, outra motivação. Considero a derrota natural depois da semana intensa que tivemos”, avaliou Bolzan.

Com os resultados dessa 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor fica na 8ª colocação da competição a dois pontos do G6. “Essa rodada foi completamente anormal. Todos os clubes da faixa de classificação do G6 perderam. Essa situação deixou todo mundo embolado, está em aberto”, finalizou o presidente gremista.



Veja também