Bolzan diz que nunca houve a possibilidade de trocar Roger após eliminações

Presidente do clube reiterou a confiança no técnico Roger

30 de maio de 2016 - Às 06:25
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após três eliminações nas competições disputadas antes do início do Brasileirão, sendo a última pela Libertadores, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, reiterou a confiança no trabalho de Roger Machado, que sequer ficou pressionado no cargo após as quedas:

“Nunca houve a possibilidade de trocar”, enfatizou.

“Para ser completamente honesto, chegou-se a avaliar que poderíamos ser fortemente criticados se o desempenho nos primeiros jogos fossem ruins”, reconheceu o dirigente. “Mas isso foi discutido com todos os setores para nos vacinarmos e ficarmos prontos para enfrentar o que vinha pela frente”, explicou.

Bolzan salientou a proposta de manter o plantel e ter uma continuidade em todos os setores. “A avaliação da comissão técnica sempre foi muito positiva e perdemos para o Rosario que jogou mais que nós. O que falhou foi no Gaúcho, mas não podia botar fora todo um trabalho por causa daquele jogo”, ponderou.

O Tricolor volta a campo na quinta-feira, quando enfrenta o Palmeiras no Pacaembu. O jogo acontece às 21h.



Veja também