Barcos sobre falta de gols: “não jogo para mim”

26 de setembro de 2013 - Às 10:53
Foto: Reinaldo Canato/UOL
O atacante Barcos não marca gols já há quatro partidas. Após o empate com o Corinthians, saía tranquilamente do gramado até um repórter lhe fazer uma pergunta sobre a seca de gols que está:
– Acho que repórter, às vezes, não assiste ao jogo, não entende o que se passa em campo. Um atacante nem sempre tem de fazer gol, o mais importante é o Grêmio ganhar. Faço esforço pelos companheiros, não jogo para mim. Senão, fico parado lá na frente e então faço uma chuva de gols.
O técnico Renato Portaluppi voltou a elogiar o jogador:
– Continuo satisfeito com o Barcos. É um jogador inteligente, que faz gols e me agrada bastante, assim como o Kleber. Você  não encontra um jogador que jogue bem todos os jogos. Eu olho muito o esforço, a entrega dentro de campo e o Barcos tem nos ajudado bastante. Ele é experiente e impõe respeito aos adversários – disse o treinador.
O jogador relaciona a falta de gols com o estilo do Grêmio jogar (priorizando a marcação).


Veja também