Barcos: “Jogar recuado é um sistema de jogo que estamos fazendo e não está dando certo”

11 de junho de 2013 - Às 15:50
O argentino Barcos marcou apenas duas vezes nos últimos 82 dias. O jogador passa por um mal momento e com isso, o setor ofensivo do Grêmio está em declínio. Luxemburgo desagrada os atletas com a posição imposta para Barcos, de não ser um ‘homem de área’:
“Quando a equipe joga com meio-campistas com presença de área, como eu e o Elano, precisamos dele [Barcos] na área. Mas o Barcos tenta fazer o que o treinador passa. Se os gols e as coisas não estão saindo, paciência. Tem que trabalhar para voltar a acontecer. É um grande jogador que não vive um grande momento, mas não desaprendeu a jogar futebol”, disse Zé Roberto. 
O próprio atacante Barcos também criticou a posição que está atuando:
“Jogar recuado é um sistema de jogo que estamos fazendo e não está dando certo”, simplificou o Pirata. 
A seca do ataque é tanta, que os goleadores da temporada no Grêmio são Zé Roberto (8) e Elano (6), ambos meias.
Zé ainda completou:
“Se o técnico pedir para ele [Barcos] sair da área, ele terá que sair. Caso contrário, ele fica. Ele lá dentro é melhor para equipe. Mas tem que fazer o que é pedido”, opinou. 
Que conclusões você tira dos comentários dos jogadores?


Veja também