O avô do atacante cearense Everton Cebolinha foi uma das vítimas da Covid-19. Francisco Albuquerque de Araujo morava em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza. O jogador postou uma homenagem nas redes sociais com fotos da infância e juventude.

Homenagem Cebolinha, redes sociais — Foto: Reprodução

Homenagem Cebolinha, redes sociais — Foto: Reprodução

– Sua partida quebrou meu coração, nunca tinha sentido algo assim antes. Parece que o mundo desabou, fiquei sem chão, e meu vô não tenho palavras para descrever o homem que você foi, sempre fez presente na minha vida. Em saber que você morreu em Cristo, isso me conforta. Seu Francisco que falta você faz – publicou.

Na publicação, Everton também destacou a gravidade da doença e afirmou que não é só uma “gripezinha”.

Everton Cebolinha, redes sociais — Foto: Reprodução

Everton Cebolinha, redes sociais — Foto: Reprodução

Maracanaú, cidade onde o avô de Everton faleceu, é onde o atacante morava. Cebolinha iniciou a carreira nas categorias de base do Fortaleza. Atacante foi vendido ao Grêmio em 2013 e não chegou a atuar pelo time profissional do Leão.

O Grêmio já retomou os treinamentos há três semanas e realiza atividades no Centro de Treinamentos Luiz Carvalho.



Veja também