Auxiliar técnico Roger pede demissão do Grêmio

3 de janeiro de 2014 - Às 00:37
Roger era auxiliar técnico do Grêmio desde 2011. Porém, aos 38 anos, o Gremista pediu demissão no começo do ano para se lançar a um novo desafio na sua vida: a jornada como técnico principal de um time brasileiro.
– Estou mudando um pouco os planos. Não tem nada definido ainda. A ideia é me colocar ,o mercado, estou aberto. Entendi que era o momento de me lançar como treinador principal e enfrentar esses desafios. Tudo dependerá do que acontecer daqui para adiante. Alguns planos podem ser abreviados  – revela Roger.
Roger teve oportunidade de comandar o time principal do Grêmio algumas vezes diante da troca de técnicos do clube, e nem lembra a quantidade de vezes em que esteve a frente do grupo principal à beira do campo:
– Foram uns dez jogos, ao todo. Com certeza, foi uma grande bagagem – comenta. 
Como jogador de futebol, Roger atuou em 505 partidas pelo Tricolor, conquistando uma Libertadores, um campeonato Brasileiro e três Copas do Brasil.
Roger também destacou que pretende retornar ao Grêmio. Como treinador.

Adaptado de Globoesporte.


Veja também