Auxiliar técnico do Grêmio após derrota na Primeira Liga: “Serviu para avaliações”

Auxiliar técnico defendeu escolha por ausência de Renato para treinar o time titular

9 de fevereiro de 2017 - Às 06:18
Foto: Francisco Stuckert

O discurso do Grêmio, após a derrota para o Flamengo nesta quarta-feira, é de um “jogo laboratório” na estreia na Primeira Liga. Para o auxiliar técnico, Alexandre Mendes, o time reserva mostrou aspectos positivos, apesar do resultado. “Serviu para avaliações e puxar alguns jogadores para iniciar partidas e saber com quem o Renato pode contar”, comentou.

Mendes reconheceu que o Tricolor começou mal a partida, mas que, após sofrer o gol, houve equilíbrio. “Tivemos dificuldades nos primeiros dez minutos. Nossa equipe não conseguiu encaixar a marcação, principalmente no Diego”, apontou. “Diante disso até surgiu o gol, numa falha de posicionamento.”

Questionado sobre a ausência de Renato Portaluppi, ele enfatizou a decisão conjunta da comissão técnica e da direção, num planejamento a longo prazo. “A gente precisa priorizar algumas coisas na vida, em função do que vai acontecer mais à frente”, ponderou. “Pela visão do Renato, em comum acordo com a diretoria, vimos que a equipe principal precisava treinar.”



Veja também