Lauro Alves / Agencia RBS

A vitória sobre o Athletico-PR, neste domingo (21), fez com que o Grêmio carimbasse sua presença em mais uma Libertadores. E o gol veio aos 32 minutos do segundo tempo, quando Thaciano foi acionado dentro da área e estufou as redes paranaenses.

Saindo do banco de reservas no intervalo da partida, quando ingressou na vaga de Darlan, o polivalente meia intercalou com Jean Pyerre a execução das tarefas do meio-campo, seja se apresentando para marcar os adversários, armando jogadas ou chegando ao ataque.

Contratado em 2018 junto ao Boa, Thaciano esteve presente em 41 partidas do Grêmio na temporada, completando 1,47 mil minutos em campo. Neste período, foi utilizado em diferentes funções — até mesmo improvisado na lateral direita.

Com ele em campo, a equipe comandada por Renato Portaluppi tem um aproveitamento de 67,5%, com 23 vitórias, 15 empates e sofreu apenas três derrotas. Além disso, o jogador contribuiu com duas assistências e anotou quatro gols. Além do Athletico-PR, também marcou contra Ceará, pelo Brasileirão, Santos, pela Libertadores, e Juventude, pela Copa do Brasil.

— Fico muito feliz com esses números. Meu dia a dia é focado no trabalho, busco sempre cumprir o que o professor me passa e eu sempre estou pronto para ajudar. Gosto muito de atuar na minha posição de origem, e isso facilita minha forma de jogar. Sempre dou meu máximo para ajudar meus companheiros e o Grêmio — comenta o atleta, por meio de sua assessoria de imprensa.

A dedicação tática faz com que Thaciano tenha se constituído em um dos jogadores da confiança do treinador. Por isso, quando foi sondado por outros clubes, como Cruzeiro, Santos e Athletico-PR, o jogador de 25 anos teve sua saída da Arena barrada.



Veja também