Atuações fora de casa no Brasileirão animam Grêmio contra o Flamengo

Depois da retranca do Avaí, Tricolor espera ter mais espaços diante dos cariocas, no Rio

12 de julho de 2017 - Às 12:05
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O time titular do Grêmio não sabe o que é perder longe da Arena neste Brasileirão. Em quatro jogos, foram três vitórias e um empate. A estatística ainda apresenta duas derrotas, mas ambas com a equipe considerada reserva. Com a terceira melhor campanha fora de casa entre todos os participantes, o Tricolor se agarra aos números para voltar a vencer. E nesta quinta-feira, às 19h30min, terá pela frente o Flamengo, que ainda não foi derrotado na Ilha do Urubu, onde costuma criar um ambiente extremamente desfavorável para seus adversários.

A maneira como o Grêmio joga, procurando ao máximo manter a posse de bola, também é algo a favor no enfrentamento contra um outro time grande, que gosta de atacar. “A gente percebe que nos jogos fora de casa a equipe mandante tem que propor o jogo e se expor. Vamos marcar forte e, quando tivermos a posse de bola, ficar com ela e também buscar os contra-ataques”, comenta o meia Ramiro.

A vitória sobre o Fluminense no Maracanã e o empate com o Cruzeiro no Mineirão são tidos como bons exemplos para a partida contra o Flamengo. O jogo em Belo Horizonte é considerado por Renato Portaluppi o melhor de sua equipe na temporada. “O empate não é mau resultado. Mas a gente tem atuado com uma postura de quem quer vencer fora de casa, e não vai ser diferente”, adianta Ramiro.

O duelo com o time carioca vale a vice-liderança. O Flamengo está um ponto à frente do Grêmio na tabela. “Eles (Flamengo) nos passaram e o Corinthians se afastou. Então é um jogo muito importante para nós. Viemos de três derrotas, mas sabemos onde erramos e o que é preciso corrigir. Vai ser um grande jogo e vamos buscar a vitória”, finalizou o jogador. O Grêmio terá o retorno do meia-atacante Pedro Rocha. O goleiro Marcelo Grohe é dúvida, mas tem boas possibilidades de estar em campo.



Veja também