Atacar é o objetivo

21 de fevereiro de 2011 - Às 18:34
O jogo diante do Junior Barranquila, nesta Quinta, pela 2ª rodada do Grupo 2 da Taça Libertadores é o mais difícil para o Grêmio. O time colombiano já tem 10 participações na competição e é um dos melhores times da Colômbia, o único que pode incomodar o Grêmio na fase de grupos.
As duas equipes estrearam com vitória na primeira rodada.
Uma vitória fora de casa praticamente garantiria uma classificação a próxima fase, já que os outros adversários são fracos demais.
O técnico Renato Gaúcho falou em ter time bem ofensivo no jogo na Colômbia:
– O que eu penso é em primeiro lugar o Grêmio conseguir a classificação, e depois o Grêmio conseguir o resultado que interessa, para termos uma campanha boa, fazer o segundo jogo em casa depois. Para isso, tem que arriscar. Não pode ter medo. Se tem medo, passa essa insegurança ao grupo. O comandante é a foto do grupo, é o exemplo. Eu procuro passar confiança. O Grêmio, por ser grande, não importa se joga dentro de casa ou fora, tem que procurar vencer. Essa confiança eles levam para dentro de campo. Tem que pensar grande – disse o treinador.

Uma vitória seria fundamental, mas o empate não será descartado.


Veja também