Foto: Reuters

Renato é o único brasileiro entre os oito profissionais do mundo a conquistar a Libertadores jogando e treinando. Em 1983, ainda trouxe o título Mundial para Porto Alegre. Portaluppi estabelece recordes também na casamata, com 380 partidas como técnico, e pode se tornar o que mais comandou o Grêmio na história. Faltam três para alcançar o recordista Oswaldo Rolla

Foguinho, como era conhecido Oswaldo Rolla, também jogou no Tricolor, entrando em campo 228 vezes entre 1928 e 1943. Depois, alcançou a marca de 383 jogos como treinador entre as décadas de 1940, 1950 e 1960. É o único hexa e penta-campeão em sequências do Gauchão, levantando as taças entre 1956 e 1960, e 1962 e 1968. Teve a façanha do tri alcançada por Renato em agosto de 2020. O atual técnico busca, agora, o recorde absoluto de mais partidas como treinador.

Portaluppi precisa de apenas mais três jogos para empatar com Foguinho. Avançando na Copa do Brasil ou não, Renato se torna o técnico com mais partidas pelo Grêmio ainda em novembro.

Qual será o 384º jogo de Renato como técnico do Grêmio?

Contra o Flamengo, pelo Brasileirão – Independentemente do resultado na Copa do Brasil, quarta, contra o Cuiabá, o Tricolor tem um confronto contra o Corinthians, marcado para o domingo (22) pelo Brasileirão, e outro pela Libertadores, dia 26, contra o Guaraní do Paraguai, que farão Renato empatar com Oswaldo Rolla.

O jogo que fará Portaluppi ser o técnico que mais treinou o Grêmio na história do clube está marcado para o sábado (28), contra o Flamengo, ainda sem horário definido pela CBF.



Veja também