Foto: Lucas Uebel/Grêmio

A semana tem tudo para ser especial para o atacante Elias. Artilheiro do Grêmio no ano ao lado de Diego Souza, o jovem de 20 anos viu cair no colo a possibilidade de ser titular e jogar seu primeiro Gre-Nal na próxima quarta-feira, às 21h, no Beira-Rio. O jogador é visto como um gerador de “perigo de gol” aos adversários e recebeu elogios do técnico Roger.

Elias tem quatro gols na temporada, todos no Gauchão, mesmo número marcado pelo titular. É também o goleador do estadual ao lado de Batista. Diego Souza deixou o empate com o Novo Hamburgo com problema na coxa direita e sua ausência no clássico de quarta já é dada como certa. Churín, alternativa para a posição, está suspenso pelo clube.

Resta, portanto, Elias, tão pedido pelos torcedores nos últimos tempos. Roger utilizou o jogador contra Novo Hamburgo, Mirassol e São Luiz, mas como ponta, função mais exercida pelo jogador nas categorias de base. O que não o impede de escalar o jovem como centroavante, posição na qual Elias brilhou no título do Brasileiro de Aspirantes de 2021, por exemplo.

Aliás, o treinador tem histórico de trabalhar jovens atletas, como fez no próprio Grêmio na primeira passagem. Citou que as características de Elias falam mais alto do que o histórico de atuações pelos lados do campo.

– O Elias é o único jogador de frente que temos hoje no elenco com a saída do Diego. O Elias é oriundo do lado e especialista. Agora está se adaptando a uma nova função que é 9, de mobilidade. Mas nesse momento, com as alternativas exíguas que tenho hoje, usei ele no lado, de força, como faz com muitos. Mas também vejo, até mesmo para aproveitar melhor as virtudes do Elias, ele um centroavante que a gente pode ter como referência – apontou Roger.

Alguns de nós às vezes escolhemos a posição, e outros a posição nos escolhe. O Elias tem características muito importantes e interessantes para jogar de 9.— Roger Machado

Elias em empate do Grêmio  — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Elias em empate do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Dos quatro gols marcados, Elias tem três de pênalti no Gauchão. No ano passado, foram 12 gols em 13 jogos na campanha do título do time sub-21 do Aspirantes. Nas chances recebidas na Sul-Americana, foram dois gols marcados. Tal currículo fez o centroavante ganhar cartaz com a torcida, que o pediu como titular.

As movimentações e modo de jogar de Elias provocaram uma comparação com um jogador que passou pelo Grêmio no ano passado. Roger disse que o jovem se assemelha a Borja na maneira de jogar no comando do ataque.

– Guardadas as devidas proporções, mas virtudes e valências físicas parecidas com o Borja. Jogador de pequenas diagonais, de chute potente de esquerda e direita. Embora não seja alto, tem uma boa impulsão e gera perigo de gol. O que falei para ele no intervalo era que justamente o momento quando esteve em campo, seja pelo lado seja por dentro, ele gerou perigo de gol ao adversário. Seja fazendo jogada semifinal, seja atento ao rebote, concluindo de dentro da área. Isso é o mais importante – concluiu Roger.

O elenco do Grêmio volta a treinar nesta segunda-feira pela manhã para se preparar para o clássico de quarta-feira. Com o empate entre São Luiz e Brasil de Pelotas, o Grêmio se classificou às semifinais. Atualmente, tem 18 pontos e é o segundo colocado.



Veja também