Mais uma vez, Renato Gaúcho prometeu e cumpriu. Um mês após a garantia do técnico, no jogo seguinte à eliminação para o Flamengo na Libertadores, o Grêmio está de volta à maior competição do continente. Com direito a recorde.

Em 2020, será a quinta vez seguida do clube no torneio, marca que supera a atingida na década de 90. Entre 1995 e 1998, somou quatro participações em sequência. Só Atlético-MG (2013-2017) e São Paulo (2004-2010) têm séries iguais ou maiores.

Sequência gremista na Libertadores

  • 2016 (oitavas de final)
  • 2017 (campeão)
  • 2018 (semifinal)
  • 2019 (semifinal)
  • 2020 (a disputar)

Para isso, quebrou a invencibilidade do Palmeiras em sua Arena, que durava mais de um ano, com a vitória por 2 a 1 na tarde de domingo. Tudo por conta de Everton, que cavou e converteu pênalti, e Pepê, em cavadinha aos 48 do segundo tempo. Bruno Henrique havia empatado já no final em penalidade cometida por Cortez em Dudu.

Renato Gaúcho comemora vitória do Grêmio com elenco  — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Gaúcho comemora vitória do Grêmio com elenco — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Mas o objetivo que restou ao time gaúcho na temporada está entregue à torcida em parte. Resta ainda confirmar a classificação direta na fase de grupos da Libertadores. Até porque entrar na primeira fase obriga a equipe a se apresentar mais cedo depois das férias e acelerar processos.

— Conseguimos uma vitória muito boa fora de casa, ganhamos mais três pontos. Um passo enorme. Estamos 100% na Libertadores, mas na pré. Queremos 100% na Libertadores direto. Com o grupo que tenho, tenho certeza que vai acontecer — destacou Renato.

“A gente quer a vaga direta. Sabemos que na pré as equipes já estão em meio de temporada, a gente vindo de pré-temporada… Tem que acelerar tudo. Vamos fazer de tudo para classificar o quanto antes” (Maicon)

Everton e Pepê marcaram os gols do Grêmio no jogo — Foto: Marcos Ribolli

Everton e Pepê marcaram os gols do Grêmio no jogo — Foto: Marcos Ribolli

Arrancada para classificação

A eliminação na semifinal da Libertadores ocorreu há um mês, com direito a goleada para o Flamengo. Desde então, o Grêmio disputou sete partidas. Venceu seis e perdeu justamente para o Rubro-Negro. A sequência coloca o Tricolor em situação até confortável na briga pela vaga direta.

Na quarta colocação, chegou aos 59 pontos, sete atrás de Santos e Palmeiras, e cinco acima do São Paulo, o sexto e último com presença na fase de grupos atualmente. Do rival Inter, o sétimo, tem oito pontos de vantagem.

— O Grêmio, nos últimos sete jogos, conseguiu seis vitórias. Dos 21 pontos disputados, ganhou 18. No jogo com o Flamengo (derrota por 1 a 0), todo mundo viu que foi prejudicado no pênalti marcado. Seis vitórias em sete jogos é muito bom — completou o treinador

De São Paulo. a delegação gremista vai direto para Curitiba, local da partida com o Athletico, na quarta-feira, às 21h30. A viagem ocorre no início da tarde desta segunda, com treino na sequência.



Veja também