Foto: Divulgação/Arena do Grêmio

Já são 32 dias sem jogos, mas a Arena do Grêmio segue recebendo cuidados durante a parada do futebol por causa da pandemia do coronavírus. Nos últimos dias, a equipe de manutenção do estádio realizou o replantio do gramado com sementes adaptadas ao inverno.

O processo de germinação iniciou no dia 8 de abril e envolveu o corte da grama e aplicação de areia. Após as irrigações planejadas, o próximo corte ocorre nesta sexta-feira. De acordo com a administração do estádio, esse tipo de gramado se desenvolve melhor entre os meses de abril e novembro.

O campo tem recebido cuidados diários, como corte, aeração, irrigação, adubação e iluminação suplementar. A gestora da casa gremista diminuiu os quadros de funcionários em trabalho presencial e criou uma escala de manutenção com alternância de jornadas.

O gramado da Arena foi alvo de críticas nos últimos anos, especialmente em 2019, quando a Copa América foi disputada no Brasil. Nomes como Messi, Suárez e o técnico Tite, da seleção brasileira, reclamaram da condição do campo. Porém, em 2020, o grupo gremista elogiou o estado da grama.

Além das partidas adiadas por conta do coronavírus, o show da banda Metallica, que coincidiria com um jogo do Grêmio na Libertadores, foi transferido por conta da pandemia. Saiu da Arena para o Centro de Eventos da Fiergs, na Zona Norte da capital.



Veja também