O placar sem gols entre CSA e Grêmio poderia ter sido diferente na noite desta segunda, no Rei Pelé, pela 12ª rodada do Brasileirão. Com poucas chances claras de gol, Pepêdesperdiçou uma oportunidade cara a cara com o goleiro no segundo tempo (veja no vídeo abaixo). O erro deixou o jovem abatido após o jogo, mas logo o grupo tricolor tratou de apoiar o atacante.

O gramado criticado por Diego Tardelli dificultou as jogadas de ambas equipes na partida. Numa das raras chances, Darlan deixou Pepê na cara do gol. O gremista invadiu a área sozinho, viu o goleiro Jordi sair rapidamente e tentou a cavadinha. Mas colocou força demais, isolando a finalização. Ao deixar o gramado, após a partida, foi ao vestiário com semblante de choro.

O garoto completou o 23º jogo na temporada e já soma sete gols. Aos 22 anos, o atacante é considerado um “fenômeno” pelo diretor de futebol Alberto Guerra. Além do apoio dado ao jovem, o dirigente chegou a comparar o crescimento do atleta com o início de Everton.

– A gente deu força para ele. Pepê é fenômeno, grande jogador, tem ajudado muito. Lembro do Everton na minha passagem em 2016, passou por altos e baixos. Pepê está no mesmo caminho. É promissor. Normal o menino se abater. Mas o jogo acaba aqui, é tudo Libertadores – contou Alberto Guerra em entrevista na zona mista do Rei Pelé.

Autor do lançamento para Pepê, o volante Darlan conta que o grupo de jogadores acolheu o companheiro no vestiário. Além disso, pediu para ele levantar a cabeça e superar o abatimento.

– Isso é de todo atleta, quer fazer gol. O grupo acolhe bastante. Demos força para ele (Pepê). Levantar a cabeça para o próximo passo que está pra vir – disse Darlan.

Pepê tenta encobrir o goleiro e isola — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Pepê tenta encobrir o goleiro e isola — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

O empate deixa o Grêmio na 11ª posição com 16 pontos. Na próxima segunda, às 20h, recebe a Chapecoense, na Arena, pela 13ª rodada do Brasileirão. Entretanto, antes tem a decisão pela partida de volta das oitavas de final da Libertadores.

Na quinta-feira, às 21h30, o Tricolor entra em campo no Defensores del Chaco podendo perder por até um gol de diferença para o Libertadque ainda assim avança para as quartas. Caso marque um gol, obriga os paraguaios a fazer quatro. Mas, para isso, será necessário converter as chances criadas.



Veja também