Foto: AP Photo/Gustavo Garello

Quando acabará a festa pelo tricampeonato da América? Para os gremistas, não tem data para acabar. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Lanús na noite desta quarta-feira, que confirmou a conquista da Libertadores, os gremistas explodiram em comemoração no gramado do La Fortaleza.

Entre abraços, choros e sorrisos, tentavam encontrar palavras para comentar a conquista. Marcelo Grohe, um dos destaques da campanha do título, dividiu o título com os familiares e os torcedores e prometeu não parar de celebrar:

– Só posso agradecer. Não tenho palavras. Não sei quando acabará. Comemoraremos até sábado, domingo – afirmou o goleiro.

Arthur também estava ensandecido. Logo em sua primeira disputa de Libertadores, teve papel fundamental na conquista. Saiu do jogo logo no início do segundo tempo, com dores no tornozelo, e chorou no banco de reservas. Com o título garantido, o volante de 21 anos afirmou que o título do torneio era seu grande sonho.

– Independente da idade, ser campeao da América é muito emocionante. É minha primeira Libertadores. Só posso comemorar e agradecer ao grupo – declarou.

Renato Gaúcho, enquanto isso, caminhava de um lado para o outro. Só queria abraçar seus pupilos. Depois, rumou até a arquibancada para agradecer aos mais de 5 mil gremistas que estiveram em La Fortaleza. Sucinto, falou sobre o que sentia:

– Muita felicidade!

Com a taça na bagagem, a delegação gremista embarca em voo fretado ainda na madrugada desta quinta-feira rumo a Porto Alegre. A chegada na capital gaúcha está prevista para o início da manhã. A delegação desembarca na Base Aérea de Canoas e segue para a festa com a torcida na Arena.



Veja também