Foto: Lucas Uebel

Os torcedores do Grêmio estarão de volta à Arena no próximo domingo. Ainda em pouco número, mas presentes nas cadeiras do estádio depois de 18 meses. O clube e a gestora do estádio definem os ajustes da venda de ingressos para o jogo com o Sport, às 20h30, válido pela 23ª rodada do Brasileirão.

A decisão sobre o retorno da torcida nesta rodada da competição ocorreu em reunião do Conselho Técnico dos clubes com a CBF na tarde desta terça-feira. A partir da liberação, Grêmio e Arena passaram a ajustar os detalhes da operação para a volta dos torcedores.

A tendência já era para a volta a partir da próxima rodada. Além disso, o clube e a gestora da Arena já haviam feito uma reunião com o Gabinete de Crise do governo estadual para apresentar os protocolos de retorno dos torcedores. Um novo encontro, na Federação Gaúcha de Futebol, está previsto para ocorrer nos próximos dias.

Confira o passo a passo apresentado na reunião:

  • Apresentar carteira de vacinação ou teste PCR negativo na rampa de acesso da Arena;
  • Ampliação do sistema de desinfecção de todos os setores da Arena;
  • Verificação de temperatura corporal de cada pessoa que acessar a Arena;
  • Comunicação massiva de orientação e conduta do público;
  • Otimização dos fluxos de entrada e saída de pessoas.

Desde o início de setembro, o governo gaúcho já havia publicado um decreto que libera a volta das torcidas aos estádios. No entanto, limita a presença de 2.500 torcedores. Esse número pode aumentar nos próximos dias.

Conselho técnico define liberação

O Conselho Técnico de clubes da Série A definiu, em reunião nesta terça-feira, a volta do público na 23ª rodada da competição, no próximo fim de semana. Sem permissão para mandar jogos com público em seu estado, o Bahia teve a partida contra o Ceará adiada.

O Santos, que também não poderia jogar com público – em São Paulo, a presença da torcida será liberada a partir de 4 de outubro –, pediu adiamento do jogo previsto para domingo contra o Fluminense. O confronto deve ser realizado no fim de outubro.

Apenas o Athletico votou contra a volta do público no próximo fim de semana. Os paranaenses defendiam portões fechados até o fim do campeonato. Os outros 18 clubes – o Flamengo novamente não participou da reunião – aprovaram o retorno do público na 23ª rodada.



Veja também