O sábado tem tudo para iniciar uma nova era no Grêmio. Confirmado três dias antes do jogo, Brenno ganhará uma oportunidade no gol após dois anos para tentar encerrar o momento instável na posição. As últimas partidas ficaram marcadas por falhas de Paulo Victor e Vanderlei.

Hoje, não há um dono da posição. Há menos de uma semana, Paulo Victor foi titular na final da Copa do Brasil, com falhas nos dois gols. No dia seguinte, já estava fora dos planos e liberado para tratar do futuro.

Vanderlei entrou em campo contra o Ayacucho e errou em uma saída que gerou o gol sofrido na goleada por 6 a 1, apesar de ter feito uma defesa também importante. O Tricolor deve buscar um jogador para a posição no mercado.

— Jogador jovem tem que saber colocá-lo, prepará-lo. Já vou dar a resposta, no sábado quem joga é o Brenno. Hora certa, vem treinando bem, é a chance. Tinha conversado com o Mauri para dar uma chance. No sábado, sem dúvida quem joga é o Brenno, levamos bastante fé que tem futuro aqui no clube — destacou Renato.

Brenno será titular do Grêmio contra o Esportivo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Brenno será titular do Grêmio contra o Esportivo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Ou seja, a meta está vaga. Brenno aparece como um candidato a acabar com essa dúvida. No ano passado, houve interesse do Boavista, de Portugal, na contratação do jovem. Mas o Grêmio rechaçou porque tinha um projeto para ele.

Dentro da comissão técnica já surgiam elogios ao goleiro por parte do preparador Mauri Lima. E a intenção sempre foi prepará-lo para o atual momento. Com a instabilidade dos mais experientes, o foco nos trabalhos tem sido no jovem.

Se o Grêmio tem lançado recentemente atacantes, volantes, meias e até zagueiros, faltava um sucessor de Marcelo Grohe, tão identificado com o Tricolor. Brenno surge como essa figura de um goleiro formado em casa.

— Se tem um de 21 anos com perspectiva enorme, só porque temos dois na frente vamos abrir mao? Não. O tempo vai dizer exatamente se será titular. Acho Brenno grande goleiro. A visão tem que ser, o jogador tem que se sentir bem, o Grêmio quer um plano de carreira. É perspectiva de titularidade com ele mais adiante — disse o presidente Romildo Bolzan em outubro passado.

Brenno tem apenas dois jogos pelo time principal. Mas um deles é marcante. De última hora, foi titular em um Gre-Nal vencido por 1 a 0, em 2019, no Gauchão, na Arena. Paulo Victor e Julio César passaram mal no aquecimento e a chance caiu no colo do goleiro, que nem conseguiu avisar a mãe.

Naquele ano, também foi titular contra o Pelotas no Estadual. Mas em 2020 só jogou com o time sub-23 na disputa da Recopa Gaúcha. Desde então, está fora de ação na equipe principal, embora tenha jogado pela transição para ter ritmo de jogo.

De Sorocaba, o goleiro foi formado no Desportivo Brasil e chegou ao Grêmio para a categoria sub-17 depois da Copa São Paulo de 2016.



Veja também