Após derrota, Renato questiona árbitro atrás do gol: “Não ajuda”

Treinador do Grêmio deixou clara insatisfação com erros no Brasileirão

25 de setembro de 2017 - Às 07:31
Foto: Filipe Oliveira

derrota do Grêmio de 1 a 0 para o Bahia nos acréscimos com um pênalti mal marcado irritou o técnico Renato Portaluppi. Mesmo dizendo que não iria criticar a arbitragem, o treinador escancarou seu incômodo. Sua principal reclamação foi pela não interferência do árbitro atrás do gol no lance. Ele ainda lembrou do gol de mão de Jô contra o Vasco da Gama na última rodada, quando o toque do centroavante também não foi visto por nenhum dos auxiliares.

“Já falei que não estou aqui para falar de arbitragem, mas eu vejo todos os jogos, todos os lances. A questão é que a CBF quer colocar o vídeo. Eu sou a favor do vídeo, mas antes o que quero saber é o que faz o árbitro atrás do gol. O que essa pessoa faz ali? Não estou criticando, mas alguém pode dar essa resposta”, questionou antes de citar o lance do Jô.

“Se ele está ali para auxiliar o árbitro, será que não viu o gol de mão do Jô? Até o Stevie Wonder viu que o gol foi de mão. Não sei se ele está ali para auxiliar o árbitro ou ver o jogo. Sei que eles não podem se omitir. Se eles não podem opinar, deixa eles em casa. Se estão ganhando para ajudar, eles têm que ajudar”, reclamou.

“Tem uma hora que a equipe cansa”

Apesar do descontentamento com a arbitragem, o técnico Renato Portaluppi admitiu que o desempenho do Grêmio não foi bom na partida. O treinador, porém, mostrou confiança. Ele disse que os atletas têm sentido a sequência de jogos e afirmou que o Tricolor vai crescer de rendimento para a reta final da Libertadores.

“O Grêmio vem de três competições com muitas viagens, concentrações e jogos decisivos. Tem uma hora que a equipe cansa. Para quem queria que a gente jogasse todas as partidas com o mesmo time, imagina. Faz parte, mas daqui a pouco teremos alguns dias pela frente para recuperar todo mundo”, disse.

Com a derrota para o Bahia, o Grêmio caiu para o terceiro lugar na tabela do Campeonato Brasileiro – foi superado pelo Santos. A distância para o líder Corinthians agora é de 11 pontos.



Veja também