Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Foram longos 175 dias, ou pouco mais de cinco meses longe dos gramados, mas Jean Pyerre está de volta ao Grêmio. Na tarde deste domingo, o meia entrou nos 30 minutos finais da vitória por 1 a 0 contra o Pelotas, na Boca do Lobo, pelo Campeonato Gaúcho. Após o apito final, o jogador desabafou e enalteceu sua vitória pessoal por ter se curado da lesão na coxa direita.

Jean havia se lesionado em um treino do Grêmio, no dia 20 de setembro de 2019. Na tarde de hoje começou no banco de reservas. Mas aos 16 minutos do segundo tempo, foi chamado pelo técnico Renato Gaúcho para entrar no lugar de Thiago Neves.

Não teve grande destaque, mas deve ganhar minutos nos próximos jogos e vira opção importante para Renato no setor de criação para o decorrer da temporada. Logo após o apito final, na saída de campo, desabafou e se disse feliz por voltar.

– Tive que ouvir muitas coisas, inverdades. Respeito. Matei tudo sozinho, junto com quem estava comigo. Foram poucas pessoas. Feliz de voltar aos gramados, pela vitória, jogando bem. Vou ganhando ritmo de jogo. Espero que esse meu jogo possa ser meu início em 2020 e não pare mais esse ano – desabafou Jean.

Apesar de ter feito apenas seu primeiro jogo em 2020, o jogador já se coloca à disposição para disputar o Gre-Nal da Libertadores, na próxima quinta-feira. Além disso, relembrou os momentos tristes quando estava sem jogar no final do ano passado e no início desta temporada.

– Nós jogadores queremos sempre jogar. Se o professor precisar, vou estar disponível. Seja o tempo inteiro, 30 minutos ou cinco minutos. Estar longe dos gramados, viver o dia a dia, essa atmosfera de jogar, isso que mais me chateou. O pessoal indo para a concentração. Foi a minha primeira lesão. Mas graças a Deus eu venci – finalizou.

O elenco do Grêmio retorna aos trabalhos nesta segunda-feira, às 15h30, com treino marcado para o CT Luiz Carvalho. O próximo jogo será na quinta-feira, na Arena, pela Libertadores, no inédito clássico Gre-Nal pelo torneio sul-americano.



Veja também