Foto: Eduardo Moura

Aos 35 anos, o maior desafio da carreira de Douglas chegou. Ficar alijado seis meses dos gramados já era deveras complicado. Mas o camisa 10 teve uma notícia ainda pior: precisará passar por nova cirurgia no mesmo ligamento do joelho esquerdo lesionado em fevereiro e ficará mais meio ano afastado dos gramados. Apesar do abalo com a reincidência do problema, não cogita aposentadoria.

A possibilidade do “Maestro Pifador” pendurar as chuteiras até ganhou corpo junto à torcida em um primeiro momento. Nas redes sociais, pipocaram dúvidas sobre a sequência da carreira do camisa 10, até por conta da idade. Mas não há nenhuma chance de Douglas se aposentar, conforme informado por sua assessoria de imprensa. O próprio atleta, em postagem em sua conta no Instagram, escreveu que pretende voltar mais forte em 2018. Complet ou o recados aos gremistas com a hashtag #oVÉIOnaoSeENTREGA, que ganhou adeptos.

O que não significa que Douglas não tenha ficado abalado com o novo problema. Pessoas próximas relatam que o meia ficou triste com o período ainda mais dilatado afastado dos gramados. Beto da Silva, companheiro de fisioterapia por um período nesta temporada, também afirmou que o jogador estava sempre procurando o contato com a bola quando podia.

– Convivi com ele na fisioterapia, sei que é difícil. Dá para ver que pegava sempre na bola, ficava com a bola – disse o atacante em entrevista coletiva.

No treino de quinta-feira, Douglas, mesmo de bermuda e óculos escuro, procurou a bola. Depois de se reunir com dirigentes, foi ao campo, deu alguns toques, fez um domínio de extrema categoria após lançamento de Edílson e brincou. Conversou com o técnico Renato, Fernandinho e Maicon, que fez cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Mas a vontade de retornar aos gramados foi alargada em mais seis meses.

O meia estava com “tesão” pela volta e queria estar à disposição para o jogo com o Barcelona, em Guayaquil, dia 25, pela semifinal da Libertadores. Porém, a realidade aponta uma nova cirurgia no joelho esquerdo na próxima segunda-feira – em reunião no CT gremista, Douglas foi informado da necessidade de novo procedimento.

No ano, o camisa 10 tem apenas dois jogos disputados, ambos pelo Campeonato Gaúcho, contra Ypiranga e Caxias. Ficará mais de um ano e dois meses sem entrar em campo, já que a previsão de volta é para abril do ano que vem. Seu último gol ocorreu no dia 26 de outubro de 2016, na vitória sobre o Cruzeiro, na semifinal da Copa do Brasil, vencida pelo Tricolor.

Douglas sentiu as novas dores no joelho esquerdo na academia, na quarta-feira. Passou por nova avaliação na manhã de quinta, quando foi diagnosticada a necessidade de novo procedimento médico. E assim ele se recolhe mais uma vez. Mas coma promessa de vida longa no futebol.



Veja também