Foto: Lucas Bubols/ge.globo

O domingo marcará um momento raro na atual temporada. Pela 12ª vez, o Grêmio terá Geromel e Kannemann juntos como dupla de zaga. Depois de 100 dias, a histórica defesa será remontada contra o Palmeiras, às 16h, na Arena.

Os dois experientes enfrentam uma temporada com dificuldades para engatar sequência de jogos. Geromel agora volta após dois meses afastado por conta de uma fratura no pé. Kannemann teve problema no quadril e ficou um período longo em tratamento.

Líderes do elenco e capitães do Grêmio, ambos retornam em um momento de dificuldade do clube na temporada. A briga contra o rebaixamento afunila e coloca ainda mais pressão sobre o grupo de atletas.

Nos bastidores, a volta dos dois é saudada, conforme apurou o ge, mesmo que Geromel ainda não esteja com ritmo de jogo. A aposta é que a defesa mais experiente dê sustentação ao time e tranquilidade no ataque contra o Verdão.

Geromel + Kannemann em 2021

  • 11 jogos
  • 2 vitórias
  • 4 empates
  • 5 derrotas
  • 8 gols sofridos
  • 5 jogos sem sofrer gols

O último jogo com os dois juntos na defesa foi a derrota para a LDU, na Arena, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, no dia 20 de julho. Desde então, um dos dois sempre esteve fora de ação. Portanto, 103 dias depois, entram em campo para o confronto com o Palmeiras.

No total, foram só 11 partidas juntos, com duas vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Mas em cinco jogos o Grêmio saiu sem ser vazado. Foram oito gols sofridos no período.

As dificuldades podem ser destacadas quando analisados os números. Geromel tem só 24 partidas na temporada, enquanto Kannemann fez apenas 20.

O elenco ainda faz mais uma atividade na manhã deste sábado, no CT Luiz Carvalho. No domingo, o Grêmio recebe o Palmeiras na Arena a partir das 16h, pela 29ª rodada do Brasileirão. O Tricolor é penúltimo colocado na tabela com 26 pontos.



Veja também