A supremacia recente do Grêmio no Campeonato Gaúcho ganhou mais um capítulo no sábado. O Tricolor venceu o Ypiranga por 2 a 1 na Arena e conquistou o quinto título consecutivo da competição. Como nos outros quatro anos anteriores, a caminhada rumo à consagração estadual contou com a liderança do “magrelo” e desengonçado” zagueiro Pedro Geromel.

As palavras são do técnico Roger Machado, que trabalhava no clube quando o defensor foi contratado, no fim de 2013. Na ocasião como auxiliar-técnico, ele recebeu a missão de analisar o material do jogador e fez observações peculiares sobre a aparência, apesar de verificar boas características para a posição.

Pedro está na história do clube, assim como tive como jogador. Tive o prazer de analisar o DVD do Geromel quando foi indicado para o clube. Falei para o diretor: “é um magrelo alto, desengonçado, mas arranja soluções dentro do campo. O cara não passa, ele bota a perna. Quando todos acham que a bola é bem batida, aparece um pininho lá dentro da área que é a cabeça dele e tira” – contou Roger.

Não deve pesar mais de 80 quilos, parece um estagiário de direito se botar um terno, mas por mim pode trazer.
— Roger sobre Geromel, em 2013

Único representante em campo nos triunfos estaduais consecutivos, o defensor de 36 anos segue como pilar da equipe. Nas semifinais contra o Inter e na decisão diante do Ypiranga, voltou a apresentar as atuações seguras de outrora.

Apesar das brincadeiras no momento de comemoração após o título de sábado, o treinador dividiu os méritos da liderança sobre o elenco com Geromel. Na entrevista coletiva, rasgou elogios ao capitão.

– É um prazer estar ao lado dele (Geromel) dentro do vestiário. É um treinador dentro do campo e suporte aos mais jovens – acrescentou Roger Machado.

Geromel foi um dos destaques no jogo final, na Arena — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Liderança dentro e fora de campo

Detentor de um currículo invejável dentro do Grêmio, Pedro Geromel coleciona títulos desde a sua chegada ao clube. Com a conquista de mais um Campeonato Gaúcho, o atleta totaliza nove taças: cinco estaduais, Recopa Sul-Americana, Libertadores, Copa do Brasil e Recopa Gaúcha.

Por tudo que construiu dentro do clube e junto ao torcedor, Geromel não deixa de se impor diante das dificuldades. Depois do Gauchão, o Grêmio dá início à busca pelo retorno para a elite do futebol brasileiro.

O zagueiro também sabe cobrar quando necessário. Na sexta-feira, véspera da decisão estadual, ele reforçou a preocupação com o nível do plantel para a disputa da Série B. Citou a reconstrução da equipe e destacou que é preciso “encorpar mais o grupo”.

No sábado mesmo, o vice de futebol Denis Abrahão confirmou os acertos com o meia-atacante Gabriel Teixeira, do Fluminense, e o atacante Elkeson, que estava na China. Antes, a direção já havia anunciado as contratações dos laterais-direitos Edilson e Rodrigo Ferreira.

O Tricolor pode comemorar por mais esta segunda o título gaúcho, pois o grupo ganhou folga. Mas retorna na terça-feira para iniciar a preparação visando à estreia na Série B. No sábado, enfrenta a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, às 16h30.



Veja também