Ainda sem previsão de retorno do Gauchão, o Grêmio mantém a rotina de treinamentos diários no CT Luiz Carvalho. Por decreto da prefeitura de Porto Alegre, não pode evoluir para trabalhos coletivos devido ao aperto no combate ao coronavírus na capital gaúcha. Mas o zagueiro David Braz já encontra uma luz para a volta dos jogos.

Enquanto Campeonato Gaúcho se desenhava como o primeiro estadual a retornar no Brasil durante a pandemia, a realidade aponta para a partida entre Flamengo x Bangu, às 21h desta quinta-feira, pelo Carioca. Uma reunião entre governo do Rio Grande do Sul e a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) irá tratar do tema à tarde.

– Nunca passei por isso. A gente vive o futebol, respira futebol, e agora estamos sem atuar. É uma situação bem ruim para a gente que é apaixonado. Bate a ansiedade, estamos treinando, vendo a volta das outras ligas, acompanhei o Espanhol. Está começando a clarear a volta do futebol brasileiro e estamos na torcida – afirmou o zagueiro à assessoria de imprensa do clube.

David Braz corre no CT Luiz Carvalho — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

David Braz corre no CT Luiz Carvalho — Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Apesar do pouco contato com a bola, os gremistas ensaiam algumas trocas de passes e finalizações em atividades no centro de treinamentos. Mas nada em que haja contato. Um exercício “permitido” é o de posicionamento na área, tanto defensivo quanto ofensivo. Braz já marcou quatro gols em um ano de Grêmio.

– Acho que posicionamento é tudo, o trabalho no dia a dia que temos é muito bom. Jogadores de qualidade na bola parada, procuro aproveitar ao máximo isso no grupo. Escanteio, falta lateral. Tive abençoado na estreia na libertadores, fiz o primeiro gol em um jogo importante. Desde a base, sempre trabalhei esta parte. Sabemos da importância da bola parada hoje – acrescentou o defensor.

O Tricolor recebeu na quarta-feira o secretário estadual de Esportes e Lazer para detalhar protocolos e reforçar o pedido de flexibilização para os treinamentos coletivos. Uma reunião na tarde desta quinta entre Estado e FGF pode avançar no retorno do Gauchão.



Veja também